Acompanhe:

Localizada no litoral norte do Rio Grande do Sul, a cerca de 182 km de Porto Alegre, Morrinho do Sul é a cidade com maior percentual de habitantes autodeclarados brancos, segundo dados do Censo Demográfico divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (22).

Entre os seus pouco mais de 3 mil habitantes, 97,4% declaram ter a cor de pele branca. Apenas 1,7% da população se autodeclara parda, enquanto 0,8% se diz preta. Praticamente não há indígenas e amarelos: ambos representam 0,03% dos moradores, ou seja, apenas duas pessoas declararam ser pertencentes a essas duas etnias.

O IBGE utiliza o conceito de “raça” como uma categoria socialmente construída na interação social e não como um conceito biológico. Na pesquisa, cada pessoa responde ao IBGE a sua percepção sobre a cor ou raça a que pertence, baseado em critérios como origem familiar, cor da pele, traços físicos, etnia e pertencimento comunitário, entre outros. Além disso, o instituto afirma que essas cinco categorias estabelecidas na investigação (branca, preta, amarela, parda e indígena) também podem ser entendidas pelo informante de forma variável.

No entanto, o manual de entrevista do Censo conceitua cada uma das categorias. A pessoa parda, por exemplo, é definida como aquela "que se declarar parda ou que se identifique com mistura de duas ou mais opções de cor ou raça, incluindo branca, preta, parda e indígena". Já a amarela é definida como "pessoa de origem oriental: japonesa, chinesa, coreana etc".

A pesquisa do IBGE também aponta que a cidade de Morrinhos do Sul tem uma densidade demográfica de 18,48 habitantes por km² e uma média de 2,4 moradores por residência.

Colonização alemã

Emancipada há 31 anos, o povoamento da cidade de Morrinhos do Sul iniciou-se por volta do ano de 1826, com a chegada de imigrantes alemães, que viajaram para a cidade devido às escassas terras para tantos colonos em áreas vizinhas. Na região, a população encontrou, à época, condições favoráveis para o desenvolvimento agropecuário. Hoje, um de seus principais cultivos é a pitaia, que é responsável, inclusive, pelo turismo rural na cidade, através da visitação do parque Recanto das Pitaias.

Além do turismo rural, a cidade é atrai turistas devido às belas paisagens de cachoeiras e cânions, localizados aos pés dos Aparados da Serra Geral, num território de Mata Atlântica unida por rios e lagoas, a poucos quilômetros da faixa litorânea gaúcha. A região proporciona uma vista paradisíaca, que pode ser apreciada nos famosos passeios de balão.

O que é o Censo?

O Censo é uma pesquisa realizada a cada 10 anos pelo IBGE para analisar dados sobre a população brasileira, que permitem traçar um perfil socioeconômico do país.

A atual edição do Censo deveria ter acontecido em 2020, mas foi adiada por conta da pandemia de Covid-19. Em 2021, houve um novo adiamento em razão da falta de recursos do governo.

Além de saber exatamente qual o tamanho da população, o Censo visa obter dados sobre as características dos moradores —idade, sexo, cor ou raça, religião, escolaridade, renda, saneamento básico dos domicílios, entre outras informações.

DADOS CENSO 2022 SOBRE COR E RAÇA:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
SP: população da capital envelhece; já são mais de 2 milhões de idosos
Brasil

SP: população da capital envelhece; já são mais de 2 milhões de idosos

Há 5 dias

São Paulo: Saiba se a população do seu bairro cresce ou encolhe
Brasil

São Paulo: Saiba se a população do seu bairro cresce ou encolhe

Há 2 semanas

Mais da metade da população brasileira vive no litoral do país, revelam dados do Censo 2022
Brasil

Mais da metade da população brasileira vive no litoral do país, revelam dados do Censo 2022

Há 2 semanas

Censo 2022: Veja quantas casas e apartamentos têm na sua cidade
Brasil

Censo 2022: Veja quantas casas e apartamentos têm na sua cidade

Há 2 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais