Acompanhe:

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, espera a assinatura do acordo do Mercosul com a União Europeia "muito em breve". "Nossa expectativa é de poder assinar o Acordo de Associação muito em breve", declarou Vieira em discurso durante Reunião do Conselho do Mercado Comum, no Rio de Janeiro.

Vieira defendeu que o Acordo de Associação com a União Europeia "possui uma dimensão estratégica inequívoca" para o Mercosul, reforçando a identidade do bloco sul-americano "como um ator econômico global".

"O Acordo será um ponto de inflexão não apenas na relação birregional como também na dinâmica econômica das duas regiões. Estamos lançando as bases de uma integração de cadeias produtivas nos dois lados, e nos dois sentidos. Há ganhos a serem obtidos pelas economias do Mercosul no mercado europeu, tanto para ampliar as exportações, como também para aquisição de tecnologias que deverão aprimorar a nossa competitividade", argumentou Vieira.

Segundo ele, os negociadores atentaram para a necessidade de adaptar as economias do Mercosul ao novo contexto introduzido pelo acordo com o bloco europeu.

"A abertura comercial promovida pelo Acordo Mercosul-União Europeia foi concebida e negociada para dar a nossos atores econômicos o tempo necessário para preparar-se. Especialmente na etapa negociadora mais recente, tivemos o cuidado de ampliar as salvaguardas para a implementação dos compromissos assumidos no Acordo", discursou o ministro brasileiro.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Em encontro com Lula, Mercado Livre anuncia investimento de R$ 23 bilhões no Brasil
Economia

Em encontro com Lula, Mercado Livre anuncia investimento de R$ 23 bilhões no Brasil

Há 7 horas

Ceron: Estamos enfrentando revés com Congresso em relação à MP do Perse e desoneração
Economia

Ceron: Estamos enfrentando revés com Congresso em relação à MP do Perse e desoneração

Há 7 horas

Campos Neto: se as pessoas perderem confiança na âncora fiscal, a âncora monetária será afetada
Economia

Campos Neto: se as pessoas perderem confiança na âncora fiscal, a âncora monetária será afetada

Há 9 horas

Governo prevê R$ 39,6 bilhões em emendas impositivas no ano que vem
Economia

Governo prevê R$ 39,6 bilhões em emendas impositivas no ano que vem

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais