Brasil

Brasil e Reino Unido fecham acordo que retira limite de voos entre os dois países

Texto precisará do aval do Congresso

Voos: Brasil e Reino Unido assinam acordo para que aéreas determinem livremente oferta de voos entre os dois países (Steve Parsons/PA Images/Getty Images)

Voos: Brasil e Reino Unido assinam acordo para que aéreas determinem livremente oferta de voos entre os dois países (Steve Parsons/PA Images/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 11 de abril de 2024 às 07h09.

A ministra substituta das Relações Exteriores, Maria Laura da Rocha, e embaixadora do Reino Unido, Stephanie Al-Qaq, assinaram nesta quarta-feira, 10, o novo Acordo sobre Serviços Aéreos entre os dois países.

O novo acordo prevê que as empresas aéreas brasileiras e britânicas poderão determinar livremente a oferta de voos bilaterais para passageiros e carga. Hoje, são no máximo sete de "ida" e o mesmo número de "volta" por semana.

O marco legal é de 1946. O acordo amplia, além disso, a permissão para operações de serviços cargueiros, possibilitando que as empresas aéreas dos dois países realizem transporte de carga internacional sem a exigência de que a operação se inicie ou termine no país de origem da empresa.

"O novo acordo, que será encaminhado para apreciação pelo Congresso Nacional, oferecerá maior segurança jurídica para empresas que operem rotas entre o Brasil e o Reino Unido, contribuindo para aumentar o fluxo bilateral de comércio e de turismo", diz o Itamaraty.

Acompanhe tudo sobre:Reino UnidoTurismo

Mais de Brasil

Moraes diz que não há nenhuma previsão de adiamento das eleições no Rio Grande do Sul

Motoristas de aplicativo estão trabalhando mais horas e ganhando menos, conclui estudo do Ipea

Senado aprova Programa Nacional de Vacinação em Escolas Públicas

Ministério da Saúde anuncia que repassará mais R$ 202,2 milhões ao RS

Mais na Exame