Brasil

Vice da Câmara reprova Serraglio na Justiça e rompe com Temer

Vice-presidente da Câmara afirmou que Temer pretere o estado de Minas Gerais e promete levar parlamentares da bancada mineira para oposição

Fábio Ramalho (PMDB) é eleito 1º vice-presidente da Câmara (Facebook Fábio Ramalho/Divulgação)

Fábio Ramalho (PMDB) é eleito 1º vice-presidente da Câmara (Facebook Fábio Ramalho/Divulgação)

Marcelo Ribeiro

Marcelo Ribeiro

Publicado em 23 de fevereiro de 2017 às 16h23.

Última atualização em 23 de fevereiro de 2017 às 17h45.

Brasília - A escolha de Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública não foi bem recebida pela bancada mineira da Câmara dos Deputados. O vice-presidente da Casa, Fábio Ramalho (PMDB-MG), não poupou críticas à decisão do presidente Michel Temer (PMDB).

A EXAME.com, Ramalho disse que já comunicou a Temer que, a partir de agora, será opositor do governo peemedebista.

“Está tudo mal com o governo. Decidi deixar a base do governo, porque Temer não tem olhado para Minas Gerais. Somos um dos principais estados do país. Não é possível que ninguém possa nos representar nesse governo. Estamos sendo preteridos pelo presidente”, disse o vice-presidente da Câmara.

O deputado mineiro afirmou que pode reconsiderar sua decisão se Temer der o devido prestígio aos mineiros.

Segundo Ramalho, outros parlamentares mineiros também demonstraram insatisfação com o governo. “Já me reuni com 37 deputados de Minas Gerais e todos estão insatisfeitos com a decisão de Temer de indicar Serraglio. Ele tinha que prestigiar Minas Gerais. Poderia até ser um nome técnico, desde que fosse mineiro. O governo pode esperar um desembarque coletivo”.

A EXAME.com, o parlamentar garantiu que a decisão de sair do governo não afetará a agenda de pautas da Câmara dos Deputados.As reformas serão pautadas normalmente. A minha oposição ao governo não me dá o direito de atrapalhar a agenda que permitirá a recuperação da economia do país”. 

Acompanhe tudo sobre:Câmara dos DeputadosMichel TemerMinistério da Justiça e Segurança PúblicaOsmar Serraglio

Mais de Brasil

Alagoas assina convênios para atrair R$ 155 milhões em investimentos em troca de incentivos fiscais

Lula critica falta de acordo entre Zelensky e Putin: 'Estão gostando da guerra'

STF dá 5 dias para Tarcísio e Alesp explicarem reembolso de procuradores por 'excesso de trabalho'

Remessas de até US$ 50 batem recorde e chegam a 16,6 milhões antes de volta da taxação

Mais na Exame