Brasil

Anac reduz tarifas aeroportuárias de Brasília

As novas tarifas são aplicáveis ao contrato de concessão, a exemplo do que ocorreu com os aeroportos de Viracopos, em Campinas e de Guarulhos, em São Paulo

Viracopos: com o reajuste, as tarifas de embarque caem 1,99% e passam a valer dentro de 30 dias (Alexandre Battibulgi/EXAME.com)

Viracopos: com o reajuste, as tarifas de embarque caem 1,99% e passam a valer dentro de 30 dias (Alexandre Battibulgi/EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de julho de 2012 às 09h36.

Brasília - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) publicou hoje no Diário Oficial da União decisão que reajusta as tarifas aeroportuárias de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília.

As novas tarifas são aplicáveis ao contrato de concessão, a exemplo do que ocorreu com os aeroportos de Viracopos, em Campinas e de Guarulhos, em São Paulo. Com o reajuste, as tarifas de embarque caem 1,99% e passam a valer dentro de 30 dias.

As tarifas aeroportuárias são valores pagos à concessionária pelas companhias aéreas ou pelo operador da aeronave. A tarifa de embarque é a única paga pelo passageiro. Com o reajuste, a tarifa de embarque doméstico cai de R$ 21,57 para R$ 21,14 e a de embarque internacional, cai de R$ 38,18 para R$ 37,42. Os próximos reajustes serão feitos anualmente.

Acompanhe tudo sobre:Aeroporto de GuarulhosAeroportosAeroportos do BrasilSetor de transporteTarifasTransportestransportes-no-brasilViracopos

Mais de Brasil

Conselho proíbe internação de crianças e adolescentes em comunidades terapêuticas

Casas de apostas terão que comunicar operações suspeitas ao Coaf e classificar risco de apostadores

Lula assina decreto reajustando Bolsa Atleta em 10,86%

Base Aérea de Canoas funcionará 24 horas por dia

Mais na Exame