Brasil

Alesp aprova projeto de Tarcísio que cria escolas cívico-militares

Sessão chegou a ser suspensa por conta de embates com estudantes contrários a proposta, mas texto passou com 54 votos a favor

Publicado em 22 de maio de 2024 às 07h40.

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou na noite desta terça-feira, 21, o projeto de lei apresentado pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) que cria escolas cívico-militares no Estado. O texto passou com 54 votos a favor e 21 contra e segue para sanção do governador.

A sessão foi tumultuada e chegou a ser suspensa, por causa da invasão do plenário da Alesp por estudantes. Ao menos três pessoas foram contidas quando já estavam na área utilizada pelos deputados para discutir e votar propostas. Os policiais usaram cassetetes contra os manifestantes.

Segundo uma nota divulgada pela bancada da federação PT-PV-PCdoB sete estudantes foram detidos. A Alesp não confirmou o número, mas informou que os invasores do plenário foram encaminhados para a Polícia Civil.

Acompanhe tudo sobre:Tarcísio Gomes de FreitasVereadores

Mais de Brasil

Manifestantes contrários ao PL Antiaborto voltam a ocupar ruas

Nova bolsa de valores, 'epicentro' de data centers e inovação: as apostas do Rio para crescer

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Mais na Exame