SuperAgro: podcast discute recorde de fusões e aquisições no setor

Só entre janeiro e agosto, foram realizadas 21 operações de M&A, mais do dobro do que em anos anteriores; podcast recebe Leonardo Dell´Oso, da PwC, para debater estudo exclusivo da consultoria
Agronegócio bate recorde de fusões e aquisições com maior safra de soja da história e exportações (Divulgação/Divulgação)
Agronegócio bate recorde de fusões e aquisições com maior safra de soja da história e exportações (Divulgação/Divulgação)
Por Carla AranhaPublicado em 15/10/2021 08:20 | Última atualização em 15/10/2021 09:17Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Poucas vezes o mercado de fusões e aquisições esteve tão aquecido no agronegócio. Este ano, apenas entre janeiro e agosto foram registradas 21 operações de M&A no setor, diante de quatro em 2020 e dez em 2019. O grande destaque de 2021 são as agtechs, empresas de tecnologia voltadas para o agro. Negócios relativos à distribuição de sementes e insumos agrícolas em geral também vêm acumulando investimentos, em boa parte graças ao recorde de produção de soja previsto para este ano e os bons resultados das exportações do setor.

O aumento no consumo de alimentos e commodities no mundo, puxado pela retomada econômica, representa outro importante fator para o crescimento do agronegócio neste ano. Nesse cenário, mercados como o de insumos e fertilizantes caminham para uma consolidação no país, movimentando o ambiente de negócios. “A maior parte das operações são de subsetores de distribuição de produtos agrícolas e insumos para plantio, principalmente de soja e milho”, diz Leonardo Dell´Oso, sócio da consultoria e auditoria PwC Brasil.

A PwC Brasil realizou um levantamento inédito sobre fusões e aquisições no agronegócio – este é o tema deste episódio do podcast SuperAgro, que vai ao ar semanalmente, trazendo os desafios, as oportunidades e os grandes personagens do agronegócio brasileiro. Leonardo Dell´Oso é o entrevistado desta edição.

A previsão é que o agronegócio termine o ano com pelo menos 40 operações de M&A. “As fusões vêm crescendo ao longo do ano, acompanhando o crescimento do agronegócio como um todo, o que deve se repetir em 2022”, diz Dell´Oso.

Na visão do consultor, setores como o de maquinários agrícolas, gestão da plantação e arrendamento de terras e equipamentos também devem gerar negócios. “O leilão do 5G vai impulsionar ainda mais o mercado, com movimentações que devem avançar fortemente, principalmente no que diz respeito a novas tecnologias e ganho de produtividade”, afirma.

O podcast SuperAgro vai ao ar todas semanas com os principais desafios e oportunidades do agronegócio, com apresentação de Carla Aranha, repórter de macroeconomia da EXAMEClique aqui para ver o canal e não deixe de acompanhar os próximos programas.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.