EXAME Agro

Apoio:

Logo TIM__313x500

Safra de milho deve se manter em 127 milhões de toneladas no Brasil, prevê USDA

Dado se refere ao período 2024/25; projeção para temporada 2023/24 permanece em 122 milhões de toneladas

 (YARA/Divulgação)

(YARA/Divulgação)

César H. S. Rezende
César H. S. Rezende

Repórter de agro e macroeconomia

Publicado em 12 de junho de 2024 às 14h24.

Última atualização em 12 de junho de 2024 às 15h12.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) manteve em 127 milhões de toneladas a estimativa para a safra 2024/25 de milho do Brasil em seu relatório de oferta e demanda (WASDE), reportado nessa quarta-feira, 12.

Para a temporada 2023/24 do cereal, a projeção foi mantida em 122 milhões de toneladas, frustrando a expectativa de algumas casas de análises, que esperavam corte de quase 1 milhão de toneladas.

Produção de milho Argentina

A Argentina deve colher 50 milhões de toneladas de milho no ciclo 2023/24, segundo a estimativa do USDA. A expectativa era de que o órgão reduzisse a projeção do país vizinho em virtude da praga da cigarrinha, que atingiu as lavouras do cereal nas principais regiões produtoras.

Entidades locais como a Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA) e a Bolsa de Comércio de Rosário (BCR) projetam em 46,5 e 47 milhões de toneladas, respectivamente, a safra 2023/24 do grão argentino.

Acompanhe tudo sobre:MilhoAgronegócioBrasilExportações

Mais de EXAME Agro

Safra 2024/25: Mapa divulga zoneamento agrícola e vazio sanitário da soja para esta temporada

Doença de Newcastle: entenda os impactos da suspensão das exportações da carne de frango do Brasil

Doença de Newcastle: Governo suspende exportação de carne de frango e outros produtos avícolas

Mais na Exame