EXAME Agro

Lúpulo: o que é e qual a sua função na cerveja

Veja o que é e como o lúpulo é um ingrediente insubstituível na produção da cerveja

Thais Tenher
Thais Tenher

Jornalista freelancer

Publicado em 1 de novembro de 2023 às 11h46.

Se você aprecia tomar uma cerveja, provavelmente, ao ler o rótulo da embalagem ou conversar com alguém sobre o assunto, se perguntou sobre o que é e de onde vem o lúpulo, um dos principais ingredientes da bebida. 

Historiadores registram que as primeiras produções de lúpulo no mundo ocorreram no século VIII, em um país famoso pela cerveja: a Alemanha. Desde então, uma das bebidas mais antigas da história caiu no gosto de muitos e se tornou uma das mais consumidas no mundo. 

E o lúpulo é um dos protagonistas, sendo responsável por trazer características muito específicas para a cerveja. 

Afinal, o que é lúpulo? 

O lúpulo, na realidade, é uma planta trepadeira que cresce apoiada em estruturas e produz alguns raminhos de flores, conhecidos como inflorescências. Essa planta é rica em substâncias antioxidantes e óleos essenciais

São nas inflorescências que é extraído as propriedades do lúpulo que são usadas na produção da cerveja. Outro fato importante do lúpulo que você precisa saber é que estamos falando de uma planta dióica

Dióico é o nome dado para espécies de plantas que crescem com flores masculinas e femininas. No caso do lúpulo, são as inflorescências da espécie feminina que são usadas para a produção da cerveja. 

Teve origem na Europa e Ásia Ocidental, mas conquistou o mundo inteiro: o lúpulo é uma planta cultivada nos mais diversos países, mas, principalmente, aqueles que têm o clima mais frio, como a Europa e América do Norte.

Observe como o clima é importante para a qualidade do lúpulo que é produzido: o Brasil é o terceiro maior produtor de cerveja do mundo e, mesmo assim, a maior parte do lúpulo usado nessa produção é importado exatamente desses países com temperatura mais amena

Qual a função do lúpulo na cerveja? 

O lúpulo é usado na fase de fervura do preparo da cerveja, sendo o encarregado por trazer aquele sabor amargo e o perfume que a bebida tem. Além disso, é um ingrediente digno de inspiração para cervejeiros, pois é a partir do lúpulo que tantos tipos de cerveja foram desenvolvidos, com diferentes paladares e sensações. 

Sabe aquele sabor e aroma que só a cerveja tem? É o lúpulo o responsável por tudo isso e muito mais.

Sabor e aroma 

Esses são, com certeza, as primeiras características relacionadas ao lúpulo que a cerveja tem. Aquele sabor amargo da cerveja é sentido por conta de uma propriedade presente no lúpulo chamada de alfa-ácido. 

Na prática, quanto maior a porcentagem de lúpulo em uma cerveja, mais amargor você sentirá no sabor. 

Corpo da cerveja 

Com ou sem espuma? O encorpamento da cerveja e o famoso colarinho também são influenciados pelo lúpulo. Esses ingredientes ácidos que a planta tem ajudam na estruturação do líquido

Aquela sensação que a cerveja dá de preenchimento na boca durante uma degustação está conectada ao lúpulo e os óleos essenciais presentes ali. 

Conservação da cerveja 

Outro benefício encontrado nas cervejas por conta do lúpulo é a contribuição para maior conservação do produto. Antigamente, quando não existiam tantas tecnologias para a produção da bebida, o lúpulo ajudava a garantir a qualidade da cerveja com relação ao tempo de conservação

Conheças as variedades de lúpulo

Assim como existem diferentes tipos de cerveja, também há variações dos tipos de lúpulo produzidos ao redor do mundo. Com o tempo e a especialização no assunto, os cervejeiros encontraram e desenvolveram fórmulas perfeitas para que diferentes tipos de lúpulo entregassem diferentes tipos de cerveja

Hoje, é possível dizer que existem mais de 100 tipos de lúpulo, que são divididos, principalmente, em duas categorias: lúpulos que trazem mais amargor para a bebida e os que são mais aromáticos

Conheça os principais tipos de lúpulo produzidos no mercado atualmente: 

  • Northern Brewer: tipo de lúpulo muito produzido na Europa e Estados Unidos, ele traz um amargor clássico que pode ser usado nos mais diferentes tipos de cerveja. Tem o perfume discreto e leve. 
  • Brewer’s Gold: outro clássico lúpulo americano, o Brewer’s Gold tem um sabor forte, marcado pelo amargor. O nome também está relacionado com o encorpamento da cerveja, sendo uma bebida densa e dourada. 
  • Saaz: com sabor levemente amargo, esse é um tipo de lúpulo comumente encontrado no Brasil, mas tem origem tcheca. É leve, aromático e perfeito para aquela cerveja gelada em um dia de verão. 
  • Citra: conhece a cerveja IPA? Saiba que o seu lúpulo vem daqui! Citra é o responsável por aquele aroma floral da cerveja e densidade na medida. O sabor cítrico também é marca registrada desse tipo de lúpulo disseminado no mundo pelos ingleses. 
  • Mantiqueira: apesar da maior parte do lúpulo brasileiro ser importado, temos uma produção brasileira que vem sendo cada vez mais reconhecida pelo mundo: mantiqueira. Rico em óleos essenciais, esse tipo de lúpulo confere um aroma marcante na cerveja.

Leia também:

Acompanhe tudo sobre:Guia do Agro

Mais de EXAME Agro

"Cachorro-quente de flor"? Conheça o sanduíche feito em Holambra, a "cidade das flores"

Safra de café 2024/25 do Brasil: USDA estima 69,9 milhões de sacas — e aumento em exportações

Governo vai financiar plantação de arroz em outros estados, diz Lula

Importação nos portos do Paraná cresce 14% nos cinco primeiros meses de 2024, impulsionada por trigo

Mais na Exame