Agências
Acompanhe:

Petróleo se recupera e sobe, mas expectativa é de queda

O avanço é uma "recuperação inevitável" após as fortes perdas registradas na semana passada, segundo Bjarne Schieldrop, analista da SEB Commodity Research


	Às 8h24 (de Brasília), o brent para maio avançava 1,20% na ICE, para US$ 105,37 por barril
 (REUTERS/Shannon Stapleton)

Às 8h24 (de Brasília), o brent para maio avançava 1,20% na ICE, para US$ 105,37 por barril (REUTERS/Shannon Stapleton)

D
Da Redação

8 de abril de 2013, 10h37

Londres - Os contratos futuros de petróleo se recuperam na manhã desta segunda-feira sustentados por uma série de fatores, mas analistas sugerem que os preços voltarão a cair nos próximos dias.

O avanço é uma "recuperação inevitável" após as fortes perdas registradas na semana passada, segundo Bjarne Schieldrop, analista da SEB Commodity Research.

Para ele, favorecem o Brent a recuperação dos mercados acionários europeus, o aumento da tensão nas regiões produtoras de petróleo, incluindo ataques do grupo nigeriano rebelde MEND, e a falta de avanço nas negociações sobre a política nuclear do Irã.

No entanto, é provável que haja mais declínios nos preços. "(Essa é) uma recuperação que precede mais vendas...(com o petróleo) testando o nível de US$ 100,00" em algumas semanas, projetou o analista.

Às 8h24 (de Brasília), o brent para maio avançava 1,20% na ICE, para US$ 105,37 por barril, enquanto o petróleo equivalente negociado na bolsa mercantil de Nova York (Nymex) tinha alta de 1,05%, para US$ 93,67 por barril. As informações são da Dow Jones.