• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Megajulgamento por escândalo urbanístico acontece na Espanha

Cerca de 50 políticos e empresários foram condenados a penas de prisão e multas milionárias em um megajulgamento por corrupcão urbanística
O ex-prefeito de Marbella, Julián Muñoz, deixa o tribunal: magnitude do escândalo, revelado em 2006, em pleno auge da bolha imobiliária espanhola (Jorge Guerrero/AFP)
O ex-prefeito de Marbella, Julián Muñoz, deixa o tribunal: magnitude do escândalo, revelado em 2006, em pleno auge da bolha imobiliária espanhola (Jorge Guerrero/AFP)
Por Da RedaçãoPublicado em 04/10/2013 14:10 | Última atualização em 04/10/2013 14:10Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Madri - Cerca de 50 políticos e empresários foram condenados nesta sexta-feira a penas de prisão e multas milionárias em um megajulgamento por corrupcão urbanística em Marbella, localidade costeira do sul da Espanha muito apreciada pelas celebridades e marcada por anos de escândalos.

Chefe de um sistema de corrupção generalizada, o ex-assessor de urbanismo Juan Antonio Roca foi condenado a 11 anos de prisão e 240 milhões de euros de multa, segundo a sentença de mais de 5.000 páginas.

Roca foi levado a Marbella pelo então prefeito Jesús Gil, controvertido ex-presidente do Atlético de Madrid falecido em 2004.

A promotoria acusou Roca de ter cobrado durante anos milhões de euros em subornos de empresários da construção.

A magnitude do escândalo, revelado em 2006, em pleno auge da bolha imobiliária espanhola que levaria o país à atual crise, levou o então governo socialista a dissolver a assembleia municipal, uma medida inédita na democracia espanhola.