Gestão jurídica de uma startup - para onde olhar?

Flavio Pripas, diretor do Cubo Itaú, explica que o dono de negócio inexperiente não costuma ter tempo para contratos e registros - e aí entram parcerias

São Paulo - Uma startup quer ser líder de seu mercado, e esse é um jogo de um vencedor só. Para alcançar tal objetivo, uma boa gestão jurídica é fundamental.

Flavio Pripas, diretor do Cubo Itaú, explica neste vídeo para empreendedores que o dono de negócio inexperiente não costuma ter tempo para cuidar de contratos e registros - e aí entram as parcerias. Na hora de conseguir um investimento, ter um arcabouço jurídico é fundamental. Confira mais detalhes apertando o play.