Tecnologia

Xiaomi cria tela dobrável que responde ao toque; veja vídeo

Em um vídeo publicado no YouTube chinês é possível ver a tela flexível rodando o sistema MIUI 8 da marca chinesa

Tela dobrável: a tecnologia da Xiaomi parece funcionar normalmente enquanto dobrada (Reprodução/Baidu)

Tela dobrável: a tecnologia da Xiaomi parece funcionar normalmente enquanto dobrada (Reprodução/Baidu)

DR

Da Redação

Publicado em 17 de outubro de 2016 às 16h28.

São Paulo – A disputa para ver quem será a primeira empresa a lançar um smartphone com tela dobrável ganhou um novo competidor. Além dos já tradicionais, como LenovoLG e Samsung, agora a chinesa Xiaomi também está na briga.

A nova tecnologia foi explorada em um vídeo na rede YouKu, uma espécie de YouTube que opera na China. Antes, algumas informações já haviam vazado de acordo com o site Gizmo China.

O vídeo de 30 segundos mostra um usuário segurando uma tela flexível com o sistema Android e a MIUI 8 da Xiaomi (um redesenho do sistema do Google). O vídeo não mostra a tela sendo movida. O dispositivo está torto na mão de um usuário e funciona normalmente.

De acordo com o Gizmo China, a tecnologia de tela flexível deve ser utilizada no Mi Note 2, smartphone topo de linha que será lançado pela empresa. A Xiaomi, no entanto, ainda não soltou nenhuma informação oficial sobre o smartphone ou a nova tecnologia.

Em junho deste ano, a Bloomberg relatou que a Samsung deve apresentar dois aparelhos com telas dobráveis no início de 2017. Ambos terão tecnologia OLED, sendo que um dobrará ao meio e o outro terá uma tela de 5 polegadas que se desenrolará em um painel de 8 polegadas.

Já a Lenovo mostrou em seu evento anual, o Tech World 2016, um smartphone com tela totalmente flexível e um tablet dobrável. Nas demonstrações, o aparelho celular foi enrolado no pulso da apresentadora e o tablet teve a tela dobrado ao meio -- em ambos os casos, os dispositivos continuaram a funcionar após o dobramento.

O vídeo abaixo mostra como a tecnologia da Xiaomi deve funcionar:

http://player.youku.com/player.php/sid/XMTc1OTkxNjc2MA==/v.swf

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas chinesasEmpresas coreanasempresas-de-tecnologiaIndústria eletroeletrônicaInovaçãoLenovoLGSamsungSmartphonesXiaomi

Mais de Tecnologia

Contra Huawei, Apple corta preço de iPhone na China

TikTok passa a testar vídeos de 60 minutos e acirra disputa com YouTube

Como tirar o online do WhatsApp no Android? Confira o tutorial no app

Como escanear documentos no seu smartphone sem instalar nada

Mais na Exame