Twitter desativa publicações via SMS após invasão de hacker

Após a invasão da conta do presidente da companhia, o microblogue desativa ferramenta que permite que usuários postem por meio de mensagens de texto

São Paulo - Após a conta de Jack Dorsey, presidente mundial do Twitter, ter sido invadida, a rede social desabilitou nesta semana a ferramenta que permitia publicar tuítes por meio de mensagens de texto (SMS). Há alguns anos, a opção deixou de ser utilizada por grande parte do público do site, mas a decisão de desligá-la foi tomada somente porque a ferramenta pode facilitar que várias contas sejam hackeadas ao mesmo tempo - assim como aconteceu como a conta de Dorsey na semana passada.

Apenas temporariamente, o Twitter anunciou que irá remover temporariamente a possibilidade de tuitar via SMS, a fim de garantir uma proteção maior para as contas dos usuários.

Ao permitir essa opção, os dados oferecidos para o Twitter são, inevitavelmente, compartilhados com a operadora de celular dos indivíduos. Isso acaba gerando um problema de compartilhamento e facilitando com que a invasão aconteça, uma vez que as operadoras de celular podem receber senhas de diversos usuários ao mesmo tempo.

Confira abaixo, em inglês, o pronunciamento:

Para aumentar ainda mais a segurança, a rede social anunciou que melhorará o sistema de autenticação de dois fatores, que acrescenta uma camada a mais de proteção para a conta.

O anúncio foi realizado após a conta da atriz Chloë Grace Moretz também ter a sua conta invadida da mesma maneira que Dorsey.

O Twitter, no entanto, publicou em sua conta oficial que o problema já foi resolvido e não há indicação de que o site esteja em perigo mais.

Apesar do uso frequente do aplicativo, muitos usuários ainda realizam publicações por mensagem de texto. Por causa disso, o Twitter anunciou que irá reativar a opção conforme trabalha em uma estratégia melhor para garantir a segurança dos usuários.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.