Twitch expande programas de anúncios para pagar mais dinheiro aos streamers

A alteração vai permitir aumentos das receitas para alguns criadores entre os 50% a 150%
 (AFP/AFP)
(AFP/AFP)
Por André LopesPublicado em 16/06/2022 11:27 | Última atualização em 16/06/2022 11:27Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A plataforma de streaming ao vivo Twitch está expandindo seu programa de parceria para anúncios (Ads Incentive Program, no nome em inglês) visando incluir mais criadores e pagar mais dinheiro a eles.

Além disso, a empresa também confirmou que vai deixar de pagar aos criadores usando uma estrutura de pagamentos em Custo por Mil Impressões (CPM) fixo. Assim, passa a usar uma divisão de percentagens da venda dos anúncios.

LEIA TAMBÉM:
Elon Musk responde perguntas dos funcionários do Twitter em reunião na quinta-feira

Segundo o Twitch, a alteração vai permitir aumentos das receitas para alguns criadores entre os 50 a 150%. Apesar de a plataforma se focar sobretudo para os parceiros que tenham uma participação mais ativa na plataforma, este novo formato também vai permitir que os criadores pequenos possam ter formas de ganhar ainda mais rendimentos pelo serviço, face ao que seria possível atualmente.

No modelo anterior, um criador que transmitisse conteúdos por 40 horas mensais, poderia ganhar até 300 dólares por 3 minutos de publicidade por hora. Este modelo fixo de CPM tinha sido criado para que os criadores pudessem ter uma ideia clara sobre o quanto iriam ganhar com a transmissão dos conteúdos.

Em abril, um relatório da Bloomberg afirmou que o Twitch estava investigando maneiras de aumentar os ganhos, diminuindo potencialmente a participação na receita com seus principais streamers.

O relatório provocou uma reação imediata dos nomes mais conhecidos da plataforma; no entanto, o Twitch não confirmou que fará alterações em seu modelo atual. Essa nova expansão de seu programa de anúncios pode ser uma maneira de amenizar o impacto de quaisquer mudanças ainda não anunciadas.

A Twitch costuma não falar sobre pagamentos de streamers e, fora um vazamento de dados de 2021 que revelou a quantia milionária que alguns streamers recebem, não há um cálculo de ganho médio para parceiros de tamanho médio na plataforma.