Tecnologia

Tesla prevê escassez mundial de matéria-prima para baterias de carros

Empresa continuará a se concentrar mais no níquel do que no cobalto, já que algumas técnicas de extração utilizam trabalho infantil

Existe um "enorme potencial" para a Tesla associar-se a minas na Austrália ou nos EUA (Brendan McDermid/Reuters)

Existe um "enorme potencial" para a Tesla associar-se a minas na Austrália ou nos EUA (Brendan McDermid/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 2 de maio de 2019 às 17h45.

Whashington - A Tesla espera num futuro próximo uma escassez global de níquel, cobre e outros minerais usados em baterias de veículos elétricos, devido à falta de investimento no setor de mineração, disse a chefe de aquisição de minério da empresa em uma conferência da indústria nesta quinta-feira, segundo duas fontes.

A montadora de carros elétricos, grande consumidora de minerais, raramente fala publicamente sobre seus pontos de vista sobre a indústria de metais. Cobre, níquel, lítio e minerais relacionados são componentes fundamentais usados em baterias de veículos elétricos e outros produtos.

Sarah Maryssael, gerente global de suprimento de metais para baterias da Tesla, disse em uma conferência fechada do setor de mineração em Washington que a Tesla prevê uma escassez de importantes matérias-primas para veículos elétricos no futuro próximo, segundo as fontes.

Representantes da Tesla não comentaram o assunto.

Maryssael acrescentou, de acordo com as fontes, que a Tesla continuará a se concentrar mais no níquel, parte de um plano do presidente-executivo, Elon Musk, de usar menos cobalto nos cátodos das baterias. O cobalto é extraído principalmente na República Democrática do Congo, e algumas técnicas de extração utilizam trabalho infantil, tornando seu uso impopular em toda a indústria de baterias, e também com relação a Musk.

Maryssael disse na conferência, organizada pelo Benchmark Minerals Intelligence, que existe um "enorme potencial" para a Tesla associar-se a minas na Austrália ou nos Estados Unidos, de acordo com as fontes.

O evento contou com participação de mais de 100 pessoas e presença de representantes dos departamentos de Estado e de Energia dos Estados Unidos.

Acompanhe tudo sobre:Carros elétricosCobreNíquelTesla

Mais de Tecnologia

Aeroportos registram queda no extravio de bagagens após implementação de novas tecnologias

Volta do presencial prejudica profissionais de tecnologia do Norte e Nordeste

IBM Consulting troca gerente geral para renovar foco em projetos de inteligência artificial

Tecnologia vira aliada no cuidado de idosos na China

Mais na Exame