• AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
  • AALR3 R$ 20,06 1.88
  • AAPL34 R$ 70,18 -4.39
  • ABCB4 R$ 16,60 -1.95
  • ABEV3 R$ 14,20 -3.60
  • AERI3 R$ 3,78 -2.83
  • AESB3 R$ 10,66 -1.39
  • AGRO3 R$ 30,75 -2.81
  • ALPA4 R$ 20,98 -2.37
  • ALSO3 R$ 19,47 -3.23
  • ALUP11 R$ 26,41 0.19
  • AMAR3 R$ 2,38 -2.46
  • AMBP3 R$ 30,90 1.95
  • AMER3 R$ 22,96 -0.26
  • AMZO34 R$ 67,68 -6.44
  • ANIM3 R$ 5,52 -3.33
  • ARZZ3 R$ 82,09 -0.82
  • ASAI3 R$ 15,48 -2.21
  • AZUL4 R$ 21,30 -4.01
  • B3SA3 R$ 11,54 -3.03
  • BBAS3 R$ 35,85 -1.59
Abra sua conta no BTG

Quase 20% dos brasileiros preferem os bancos digitais, mostra pesquisa

Enquanto isso, 61% dos entrevistados ainda disse ter suas contas principais vinculadas aos grandes bancos do País
Na palma da mão: bancos digitais estão crescendo no Brasil (Divulgação/Nubank)
Na palma da mão: bancos digitais estão crescendo no Brasil (Divulgação/Nubank)
Por Rodrigo LoureiroPublicado em 10/01/2020 05:55 | Última atualização em 10/01/2020 06:55Tempo de Leitura: 2 min de leitura

São Paulo - Uma pesquisa encomendada pela Fiserv, fornecedora global de tecnologia de serviços financeiros, e realizada pela Toluna Insights revelou que quase 20% dos brasileiros já aderiram aos bancos digitais, aqueles que não têm agências físicas, como as fintechs Nubank e Inter.

No estudo feito com 600 pessoas de diversas regiões do país, 61% dos respondentes afirmaram possuir sua conta principal vinculada a algum grande banco nacional – como Itaú, Bradesco, entre outros. Um percentual de 18% opta pelos bancos bancos digitais, enquanto o restante (11%) prefere bancos regionais físicos.

Além disso, a pesquisa também mostrou que os aplicativos móveis se tornaram a principal ferramenta de acesso entre os correntistas e os bancos, com preferência de 43% dos usuários. Do outro lado, fazer a interação por agências físicas é a forma preferida de somente 16% dos questionados.

Vale destacar que um levantamento feito pela Febraban em 2018 apontou crescimento de 24% no número de transações bancárias feitas pelo celular. Em cada dez transações, com ou sem movimentação financeira, pelo menos seis são realizadas em smartphones e tablets.

A boa notícia não agrada apenas fintechs. O Itaú, por exemplo, já ultrapassou a marca de 12 milhões de correntistas digitais. Para efeitod e comparação, a Nubank, maior fintech do país e avaliada em mais de 10 bilhões de dólares, recentemente atingiu a marca de 15 milhões de clientes.