Philco aumenta aposta em smartphones com aparelho de 128 GB

O Hit P10 é um celular com sistema Android, câmera tripla e rivaliza com aparelhos da Motorola

A Philco entrou no mercado de smartphones no Brasil em 2020 e agora, a 22 dias do natal, a companhia traz ao mercado um novo aparelho com memória de 128 GB. Chamado Hit P10, o aparelho tem câmera traseira tripla, bateria com capacidade de 4.000 mAh para um dia de uso, tela de 6,2 polegadas e 4 GB de RAM (memória utilizada para gerenciamento de tarefas como abertura e uso de aplicativos).

O aparelho será vendido no mercado nacional com preço sugerido de 1.599 reais, o que o coloca na competição contra o novo Motorola Moto G9 Play, que tem 64 GB de memória. Assim como o rival, o produto da Philco não tem proteção contra água e poeira segundo a certificação IP68.

Os métodos de desbloqueio oferecidos pelo aparelho são reconhecimento facial, impressão digital e senhas.

O Hit P10 vem com sistema Android 10 de fábrica e a Philco não colocou aplicativos pré-instalados no dispositivo, prezando por uma experiência de usabilidade mais parecida possível com a concebida pelo Google, responsável pelo Android no mundo. A empresa diz que deve atualizar o aparelho para o Android 11 após o segundo trimestre de 2021, segundo Rafael Morais, gerente de produtos de engenharia da Philco. O P10 é importado, e não fabricado. A empresa ainda analisa a viabilidade da produção local.

Philco Hit P10

 (Philco/Divulgação)

Mesmo na pandemia, a companhia manteve o planejamento de entrada no mercado de celulares em 2020. “Como tudo foi pensado com antecedência no ano passado, tivemos um bom primeiro ano no Brasil”, diz Morais. “Tivemos um ótimo feedback do mercado brasileiro. Nosso lançamento da categoria de celulares tem sido um grande hit.”

A operação da Philco no Brasil é separada da operação internacional, portanto, ela atua como uma empresa brasileira desde 2007, com capital 100% nacional, quando foi adquirida pelo grupo Britânia.

Fone de ouvido

A Philco lançou também neste ano um novo modelo de fone de ouvido Bluetooth compatível com smartphones Android e iPhones. O produto é chamado Air Beats, promete 24h de autonomia com uma única carga, considerando a carga dada pela caixa dos fones, que funciona como um carregador portátil. Vendido por cerca de 300 reais, o acessório concorre contra o Galaxy Buds Live, da Samsung, lançado no primeiro semestre deste ano, e também contra o Mi True Wireless Earphones 2 Basic, da Xiaomi.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.