Tecnologia

Merck e Pfizer irão desenvolver tratamento contra diabetes

O acordo se centra em uma molécula da Pfizer, o ertugliflozin, para a qual os testes clínicos de fase III serão lançados neste ano


	Pfizer: a diabetes tipo 2, a forma mais comum da doença, afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo.
 (Brendan Dermid/Reuters)

Pfizer: a diabetes tipo 2, a forma mais comum da doença, afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo. (Brendan Dermid/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 29 de abril de 2013 às 15h20.

Nova York - As farmacêuticas americanas Merck e Pfizer irão se associar para desenvolver e comercializar um novo tratamento potencial contra a diabetes tipo 2, indica um comunicado conjunto divulgado nesta segunda-feira.

O acordo, que se aplica a todo o mundo, exceto ao Japão, se centra em uma molécula da Pfizer, o ertugliflozin, para a qual os testes clínicos de fase III, o último passo antes de uma possível comercialização, serão lançados neste ano.

A Pfizer recebeu um primeiro pagamento de 60 milhões de dólares. Os pagamentos posteriores estão previstos quando forem superadas algumas etapas de desenvolvimento clínico, o procedimento de autorização e a comercialização, segundo o comunicado.

Merck e Pfizer planejam compartilhar com 60-40 as potenciais receitas da molécula, assim como certos custos.

A diabetes tipo 2, a forma mais comum da doença, afeta mais de 300 milhões de pessoas no mundo. Este número pode duplicar nos próximos anos devido à epidemia de obesidade e às formas de vida sedentária acompanhados de uma alimentação muito rica em gorduras e carboidratos.

Acompanhe tudo sobre:DiabetesDoençasEmpresasEmpresas americanasMerckPfizer

Mais de Tecnologia

TikTok passa a testar vídeos de 60 minutos e acirra disputa com YouTube

Como tirar o online do WhatsApp no Android? Confira o tutorial no app

Como escanear documentos no seu smartphone sem instalar nada

Como descobrir uma fonte a partir da imagem pela internet

Mais na Exame