Tecnologia

Locaweb adquire Bagy, empresa que facilita criação de lojas virtuais

Empresa está de olho no social commerce, segmento que permite conectar redes sociais e marketplaces a lojas, melhorando capacidade de venda de influenciadores. Valores do negócio não foram divulgados

Locaweb: depois de realizar IPO no ano passado, companhia foi às compras e adquiriu uma série de empresas (Cauê Diniz/B3/Divulgação)

Locaweb: depois de realizar IPO no ano passado, companhia foi às compras e adquiriu uma série de empresas (Cauê Diniz/B3/Divulgação)

TL

Thiago Lavado

Publicado em 13 de julho de 2021 às 10h39.

Última atualização em 14 de julho de 2021 às 20h05.

A Locaweb anunciou mais uma aquisição. A empresa comprou a Bagy, uma plataforma de comércio eletrônico focada em social commerce, que permite que pessoas criem lojas virtuais, conectem a suas redes sociais e outros market places e comecem a vender.

A plataforma conta com 13.500 usuários ativos e tem como público alvo pequenas e médias empresas, influenciadores virtuais e pessoas físicas a terem uma presença no varejo. Os valores da negociação não foram revelados.

“Há algum tempo tenho acompanhado o poder do Social Commerce como impulsionador das vendas online, em especial na China, que já está mais consolidada nesse mercado. Agora, tenho muito orgulho de anunciar a aquisição da Bagy, essa plataforma que é referência em Social Commerce no Brasil” afirma Fernando Cirne, CEO da Locaweb.

De acordo com a Locaweb, o objetivo é fortalecer a presença nesse segmento de mercado, de olho em um possível futuro que se assemelhe ao que ocorre em outros países. Na China, por exemplo, esse mercado movimentou 200 bilhões de dólares em 2020 e deve dobrar de tamanho até o ano que vem.

A Locaweb está em um frenesi de aquisições. No último trimestre do ano passado, a empresa aportou 322 milhões de reais em 5 empresas que adquiriu no período, como Social Miner, Etus e Vindi, esta a mais vultuosa.

Este ano, o apetite continuou, depois que a empresa comprou o software de gestão Bling por 524 milhões de reais em abril.

 

 

Acompanhe tudo sobre:Empresas de internetempresas-de-tecnologiaEXAME-no-InstagramFusões e AquisiçõesLocaweb

Mais de Tecnologia

Apple apresenta versão do iPhone com IA nesta segunda; veja o que esperar

LinkedIn atinge 75 milhões de usuários no Brasil com forte crescimento da Geração Z

Trabalhe como um streamer: Santander oferece 8 mil bolsas de estudo para gamers

5G atinge 25,92 milhões de chips ativos, mas representa apenas 10% da base móvel no Brasil

Mais na Exame