Tecnologia
Acompanhe:

Google incrementa ferramenta para empresas

Segundo a gigante de buscas, intenção é melhorar a relação de empresários com seus consumidores

Ferramenta facilita localização de serviços no Google Maps (.)

Ferramenta facilita localização de serviços no Google Maps (.)

C
Célio Yano

Publicado em 20 de abril de 2010, 11h13.

São Paulo - O Google rebatizou a ferramenta de identificação de empresas no Google Maps e anunciou hoje uma série de novos recursos que têm a intenção de melhorar a comunicação do serviço com os usuários locais. O antigo Local Business Center passa a se chamar agora Google Places.

Para quem não conhecia, o Local Business Center já permitia o cadastro de qualquer empresa, desde multinacionais até bancas de jornal, para que usuários pudessem encontrá-la tanto pela ferramenta de busca por texto, quanto pela localização no mapa. Informações como endereço, telefone, horário de funcionamento, fotos e vídeos podem ser incluídas e atualizadas, e ainda é possível receber comentários de clientes.

Com a mudança do nome para Google Places, a gigante de buscas adicionou opções que podem melhorar a relação das empresas com seus consumidores. Infelizmente, alguns recursos estão disponíveis apenas para os algumas cidades dos Estados Unidos ou para um número restrito de países entre os quais o Brasil não está incluso.

Para prestadores de serviço que têm de se deslocar para trabalhar, como um fotógrafo ou um afinador de piano, agora é possível demarcar a área geográfica atendida. Com isso, os que não têm um escritório próprio, podem optar por não exibir seu endereço pessoal, já que é uma informação desnecessária.

Para os empresários norte-americanos, é possível fazer anúncios, que aparecem no Google e no Google Maps com base em tags. O custo lá é de US$ 25, mas o serviço pode ser contratado somente em algumas cidades.

Outro recurso novo permite que as empresas solicitem, de graça, uma sessão de fotos do interior de seus escritórios ou lojas, que serão usadas na página da companhia no Google Places. Por enquanto, a opção está disponível em cidades dos Estados Unidos, da Austrália e do Japão.

Também para os estadunidenses, o Google Places pode gerar um QR Code (uma espécie de código de barras) único, que serve para identificar a empresa. O código visual pode ser impresso em cartões de visita ou folderes e, quando fotografados por alguns smartphones, remetem diretamente à página da empresa no Google Places para celular.