Tecnologia

Google Earth mostra mancha de petróleo no Golfo do México

Imagens também estão disponíveis em um site especial do criado pelo Google

Com a ferramenta é possível ver a evolução da mancha com o passar do tempo (.)

Com a ferramenta é possível ver a evolução da mancha com o passar do tempo (.)

DR

Da Redação

Publicado em 7 de maio de 2010 às 10h11.

São Paulo - O Google Earth adicionou novas imagens de satélite que mostram a mancha provocada pelo vazamento de petróleo no Golfo do México. O vazamento começou no dia 20 de abril, após a explosão de uma plataforma de extração da substância. Ao baixar este arquivo KML, é possível acompanhar a evolução da mancha, desde o dia 21 de abril até o dia 2 de maio.

Para ver cada uma das fotografias no Google Earth é necessário ativar ou desativar camadas no painel que fica ao lado esquerdo do aplicativo. As imagens também estão disponíveis em um site especial do criado pelo Google Crisis Response.

Além das imagens, o site mostra o rastreamento das áreas atingidas pelo petróleo, notícias sobre o vazamento na região e links para instituições que recebem doações ou atividade de voluntariado relacionadas ao problema. É possível ainda enviar vídeos da mancha de petróleo diretamente para o YouTube pelo site.

Páginas especiais do Google Crisis Response já haviam sido criadas anteriormente para ocasiões como os terremotos que atingiram a China, o Haiti e o Chile nos últimos meses.
 

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaEnergiaEstados Unidos (EUA)GoogleLocalizaçãoMapasPaíses ricosPetróleoTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Alexa, da Amazon, pode subir preço em versão mais inteligente para competir com ChatGPT

CEO da Nvidia ganha US$ 7,6 bilhões em um só dia

Muito tempo no celular? Veja dicas para diminuir seu tempo de tela

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

Mais na Exame