Tecnologia

Golpe rouba identidade de 150 mil usuários do Orkut

Aplicativo publicado na rede social do Google redirecionava para falsa página de login

Aplicativo foi criado por cirbercriminoso (Joe Raedle/Getty Images)

Aplicativo foi criado por cirbercriminoso (Joe Raedle/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de novembro de 2010 às 10h08.

São Paulo - Mais uma vez os temas privacidade e redes sociais entram em choque. Um aplicativo posto na página de ferramentas do Orkut é tido como responsável pelo roubo da identidade de 150 mil usuários. Isso porque o software foi publicado por cibercriminosos que usaram a ação para aplicar o golpe.

Ao clicar na ferramenta chamada “ChateTVOnline", o usuário era redirecionado para a falsa página de login do Orkut, onde redigitava os dados e tinha o perfil roubado.

De acordo com Fabio Assolini, analista de malware da Kaspersky Lab no Brasil, cibercriminosos publicaram o software no diretório de aplicativos do Orkut. O app malicioso foi descoberto pelo delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Sul Emerson Wendt, especializado em crimes digitais. Segundo um comentário postado no blog do invetigador, mais de 150 mil contas foram roubadas. "Analisando as informações deste usuário, é bem provável que seja isso mesmo", diz Assolini. A rede social, que há pouco tempo havia sido atingida por um vírus, já corrigiu o erro e removeu as três versões do app.

Facebook também sofre

Problemas em garantir a privacidade dos usuários não exclusividade do Orkut. O Facebook, por exemplo, vive às voltas com reclamações dos usuários sobre a falta de segurança ao navegar na rede social mais famosa do mundo.

Até mesmo uma campanha foi criada para tentar convencer usuários a não entrarem no Facebook pra pressionar o site sobre o assunto. A maneira como a rede de Mark Zuckerberg permite que sejam vistas as informações pessoais provoca discussão na internet sobre os limites da privacidade.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookGoogleInternetOrkutPrivacidadeRedes sociaisseguranca-digitalSites

Mais de Tecnologia

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Colher elétrica promete 'temperar' alimento sem utilizar mais sal

Mais na Exame