Tecnologia

Beats X são fones sem fio para quem quer praticidade e tecnologia

O dispositivo da Beats promete oito horas de bateria e pode ser usado para atender chamadas e até falar com a Siri

Beats X: os fones de ouvido têm o chip W1 da Apple (Beats/Divulgação)

Beats X: os fones de ouvido têm o chip W1 da Apple (Beats/Divulgação)

Marina Demartini

Marina Demartini

Publicado em 30 de março de 2017 às 05h55.

Última atualização em 30 de março de 2017 às 10h27.

São Paulo – Os Beats X são voltados para quem quer fones de ouvido intra-auriculares práticos e sem fio. O aparelho se conecta a smartphones, computadores ou tablets por Bluetooth, mas ainda possui um cabo flexível que conecta as duas pontas dos fones. Além disso, os fones possuem imãs em suas extremidades, impedindo que o cabo embole quando o usuário não está com eles nos ouvidos. Outro recurso bacana dos Beats X é que eles vêm com abas fixadoras, algo que facilita a vida de quem faz exercícios físicos e precisa ter certeza que os fones não vão cair das orelhas.

Os fones de ouvidos da Beats têm um diferencial que só é encontrado nos AirPods da Apple: o chip W1. Graças a essa tecnologia, o gadget se conecta a outros dispositivos da Apple com facilidade e ainda oferece oito horas de bateria de uso, segundo a Beats. Falando em bateria, com cinco minutos de carga é possível ouvir duas horas de música, de acordo com a marca, já que o recarregamento é feito a partir de um cabo lightning (o mesmo do iPhone). Devido ao microfone embutido no cabo do Beats X, também é possível falar com a Siri, atender a chamadas e controlar a reprodução das músicas sem a necessidade de desembolsar o smartphone. Os fones de ouvido estão à venda no site da Apple por 799 reais.

Acompanhe tudo sobre:AppleBeatsFones de OuvidoGadgets

Mais de Tecnologia

Dez anos de Spotify no Brasil: o app que extinguiu a pirataria e virou sinônimo de música

O que esperar do balanço da Nvidia, a mais nova queridinha de Wall Street

Quatro operadoras da China se unem para oferecer roaming 5G entre redes

Colher elétrica promete 'temperar' alimento sem utilizar mais sal

Mais na Exame