Tecnologia

6 países pedem detalhes sobre privacidade no Google Glass

São Paulo - A nova tecnologia do Google Glass levanta preocupações com a privacidade em todo o mundo e levou oficiais de seis países a escreverem uma carta ao Google...

Google Glass (Getty Images)

Google Glass (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de setembro de 2013 às 13h28.

São Paulo - A nova tecnologia do Google Glass levanta preocupações com a privacidade em todo o mundo e levou oficiais de seis países a escreverem uma carta ao Google solicitando mais detalhes sobre as especificações dos óculos. 

A segurança e a privacidade vêm sendo as duas principais preocupações com relação ao dispositivo. Isto porque os usuários poderiam gravar vídeos ou capturar fotos sem o conhecimento dos outros. Estes motivos já levaram diversos estabelecimentos a proibir o uso dos óculos

Em uma carta endereçada ao CEO do Google, Larry Page, comissários de privacidade no Canadá, Austrália, Nova Zelândia, México, Suíça e Israel querem saber como a empresa pretende utilizar as informações coletadas com o Glass, especialmente após os escândalos de espionagem nos Estados Unidos.  

“Nós estamos muito interessados em saber sobre as implicações de privacidade deste novo produto e os passos que estão sendo seguidos para assegurar os direitos de privacidade dos indivíduos em todo o mundo”, disseram os oficiais na carta. 

Entre os questionamentos estão as conformidades do Google Glass em relação às leis de proteção de dados e como lidará com o reconhecimento facial no futuro. 

Larry Page já declarou anteriormente que as preocupações são comuns, visto que o Google Glass ainda está em fase de testes e não está à venda para o público comum. Segundo Page, todos esses “medos irão desaparecer quando o Glass estiver pronto e as pessoas começarem a integrar a tecnologia portátil a suas vidas”. 

Questionado pelo site ZDNet, o Google não comentou se irá responder aos questionamentos dos oficiais desses seis países, mas reforçou o posicionamento do CEO da empresa dizendo que “ainda é cedo para tanta preocupação” e que “o desenvolvimento do Glass vem sendo realizado com muito cuidado”.

Acompanhe tudo sobre:EmpresáriosEmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaGoogleGoogle GlassINFOLarry PagePersonalidadesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Serviços sofrem com assinante "nômade" de streaming

No balanço do Spotify, o ritmo é de crescimento de usuários e assinantes premium

Amazon encerra primeira operação drones de entregas, mas promete o serviço para novos locais nos EUA

Norte-coreanos estão secretamente trabalhando em desenhos lançados em streamings

Mais na Exame