Acompanhe:

Seguro residencial: saiba o que é e como funciona

Essa modalidade é simples de entender. Saiba os principais detalhes antes de contratar

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Pixabay/Fotos Públicas)

(Pixabay/Fotos Públicas)

D
Decode

Publicado em 22 de março de 2021 às, 19h24.

Última atualização em 19 de abril de 2021 às, 18h06.

seguro residencial é uma proteção ao imóvel e seu cálculo baseia-se no valor da estrutura física e/ou bens que estejam dentro da residência. Os preços e coberturas irão depender do que o segurado escolher no momento da contratação da apólice. 

As indenizações são baseadas no valor estipulado no contrato do seguro. Por exemplo, você solicita uma cobertura de 500.000 reais e, em caso de sinistro, esse será o valor pago pela seguradora, mesmo que haja qualquer valorização posterior em seu patrimônio. 

 

Principais coberturas  

seguro residencial pode ter coberturas básicas ou mais amplas, de acordo com as necessidades e escolhas do contratante. 

cobertura básica relaciona-se a incêndios, queda de raios e explosões, bem como certas consequências ocasionadas pelo sinistro como custos com combate ao fogo, desmoronamentos (parciais ou totais) entre outras. 

No entanto, você pode adicionar outros tipos de cobertura para ter uma garantia maior em caso de uma ocorrência. Podemos listar: 

  • Incêndios causados por explosão de aparelhos ou quaisquer substâncias (e não somente o gás de cozinha, constante na cobertura básica); 
  • Terremotos; 
  • Vendavais; 
  • Destelhamentos; 
  • Danos na parte elétrica; 
  • Alagamentos ou enchentes; 
  • Queda de aeronaves; 
  • Acidentes provocados por veículos que venham a danificar o imóvel; 
  • Responsabilidade civil — no caso de acidentes com terceiros no interior da residência.  

       

      Cuidados ao contratar um seguro residencial 

      Existem algumas cláusulas no contrato em que recomendamos sua atenção e leitura minuciosa, pois, as seguradoras podem excluir certos riscos e não autorizar a indenização se o sinistro estiver dentro dessas exclusões.  

      Por exemplo, no item “Riscos Excluídos” do seu contrato ou do Manual do Segurado que as empresas costumam entregar aos contratantes, podem constar eliminações de responsabilidade por parte da seguradora. As mais comuns são: furtos em que não haja evidências comprovando a invasão (como arrombamentos de portas e/ou janelas), defeitos na estrutura do imóvel ou falhas ocorridas na construção e que sejam anteriores à contratação da apólice. 

      Sendo assim, leia atentamente o contrato e exija transparência por parte do corretor e da seguradora em relação a todos os itens relacionados a cobertura e/ou exclusões. Desse modo, não será pego de surpresa no futuro. 

      Quer saber tudo sobre crédito? Acesse já o nosso portal creditopara.vc e fique por dentro! 

      Últimas Notícias

      Ver mais
      Que horas começa o BBB 24 hoje? Veja o horário desta quinta, 29
      Pop

      Que horas começa o BBB 24 hoje? Veja o horário desta quinta, 29

      Há 3 horas

      Ano bissexto: como as pessoas que nascem em 29 de fevereiro são registradas?
      Pop

      Ano bissexto: como as pessoas que nascem em 29 de fevereiro são registradas?

      Há 3 horas

      Hackers estão criando 'chatbots do mal' para automatizar invasões
      Inteligência Artificial

      Hackers estão criando 'chatbots do mal' para automatizar invasões

      Há 3 horas

      Resultado misto da Ambev (ABEV3) cai como água no chope para investidores e ações despencam 7%
      seloMercados

      Resultado misto da Ambev (ABEV3) cai como água no chope para investidores e ações despencam 7%

      Há 3 horas

      Continua após a publicidade
      icon

      Branded contents

      Ver mais

      Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

      Exame.com

      Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

      Leia mais