Acompanhe:

O que é seguro prestamista? E para que serve?

No momento em que você adquire um bem por meio de um financiamento, ou obtém um crédito em alguma instituição financeira, existe um risco para os dois lados: a chamada inadimplência

Modo escuro

Continua após a publicidade
Tranquilidade para quem compra e para quem vende (FreeImages/AP Images)

Tranquilidade para quem compra e para quem vende (FreeImages/AP Images)

D
Decode

Publicado em 22 de março de 2021 às, 16h11.

Última atualização em 4 de maio de 2021 às, 17h02.

No momento em que você adquire um bem por meio de um financiamento, ou obtém um crédito em alguma instituição financeira, existe um risco para os dois lados: a chamada inadimplência. 

Os motivos para alguém deixar de pagar uma dívida são diversos e o seguro prestamista é uma garantia de que os valores devidos serão quitados pela seguradora, o que traz tranquilidade para a instituição que receberá o valor concedido ao cliente e para você que terá a garantia de quitação de seus débitos.                                          

Como funciona o seguro prestamista? 

Esta é uma modalidade que concede ao segurado a quitação total ou parcial de sua dívida junto à empresa em que ele solicitou o crédito ou o financiamento em casos de impossibilidade de pagamento das mensalidades por algum imprevisto. 

É uma proteção extra para que quem comprou um bem de forma parcelada, pois evita que ocorra sua perda, como pode acontecer em um financiamento comum, no qual a instituição financeira requer a devolução do objeto financiado para evitar maiores prejuízos. 

Sendo assim, o seguro prestamista beneficia, em primeiro lugar o credor, que recebe os valores referentes ao que falta ser pago, e, depois, ao cliente que tem sua dívida quitada. 

Mas, quais seriam os casos de cobertura desse tipo de seguro? 

A resposta é bem simples. O seguro prestamista pode ser acionado nos casos de morte do segurado, de invalidez temporária ou permanente, da perda do emprego ou da renda de forma inesperada.  

Nas situações relatadas ou constantes em contrato, a seguradora efetua a quitação dos débitos e o segurado não precisa se preocupar de que sua família seja obrigada a assumir as prestações em aberto no caso de seu falecimento ou invalidez. 

 

Para que serve o seguro prestamista? 

A contratação pode ser feita nos seguintes casos: 

  • Compra de um bem (imóvel, carro, moto, eletrodomésticos etc.); 
  • Empréstimos pessoais ou consignados junto a bancos ou instituições financeiras; 
  • Consórcios; 
  • Cobertura de cheque especial; 
  • Cobertura do saldo devedor do cartão de crédito. 

 

Esse tipo de seguro, no entanto, não pode ser adquirido diretamente pelo cliente. Ele pode optar por contratá-lo se o banco, a loja ou a instituição que fornece o crédito tiver uma parceria com a seguradora. 

Caso ofereçam a você um seguro prestamista, lembre-se de que é uma opção válida para garantir a quitação de suas dívidas se houver algum imprevisto. 

Últimas Notícias

Ver mais
Saiba o que é Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e como funciona
seloGuia de Investimentos

Saiba o que é Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e como funciona

Há 9 horas

Lula e ministros se reúnem para discutir ampliação de crédito para microempreendedores
Brasil

Lula e ministros se reúnem para discutir ampliação de crédito para microempreendedores

Há um dia

Programa do governo de SP libera mais de R$ 1 bilhão em crédito para o setor de turismo
Economia

Programa do governo de SP libera mais de R$ 1 bilhão em crédito para o setor de turismo

Há um dia

CCJ do Senado aprova, em votação simbólica, texto-base de projeto de lei dos seguros
Brasil

CCJ do Senado aprova, em votação simbólica, texto-base de projeto de lei dos seguros

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais