• AALR3 R$ 20,12 -0.25
  • AAPL34 R$ 68,29 1.38
  • ABCB4 R$ 16,68 0.97
  • ABEV3 R$ 14,19 1.07
  • AERI3 R$ 3,76 5.32
  • AESB3 R$ 10,91 0.65
  • AGRO3 R$ 31,47 0.93
  • ALPA4 R$ 22,22 4.37
  • ALSO3 R$ 18,95 -0.26
  • ALUP11 R$ 26,57 -1.85
  • AMAR3 R$ 2,60 2.36
  • AMBP3 R$ 32,50 4.54
  • AMER3 R$ 21,67 -1.01
  • AMZO34 R$ 3,38 3.55
  • ANIM3 R$ 5,64 3.11
  • ARZZ3 R$ 81,28 2.29
  • ASAI3 R$ 16,11 2.48
  • AZUL4 R$ 21,00 4.63
  • B3SA3 R$ 12,34 3.61
  • BBAS3 R$ 37,53 -0.11
  • AALR3 R$ 20,12 -0.25
  • AAPL34 R$ 68,29 1.38
  • ABCB4 R$ 16,68 0.97
  • ABEV3 R$ 14,19 1.07
  • AERI3 R$ 3,76 5.32
  • AESB3 R$ 10,91 0.65
  • AGRO3 R$ 31,47 0.93
  • ALPA4 R$ 22,22 4.37
  • ALSO3 R$ 18,95 -0.26
  • ALUP11 R$ 26,57 -1.85
  • AMAR3 R$ 2,60 2.36
  • AMBP3 R$ 32,50 4.54
  • AMER3 R$ 21,67 -1.01
  • AMZO34 R$ 3,38 3.55
  • ANIM3 R$ 5,64 3.11
  • ARZZ3 R$ 81,28 2.29
  • ASAI3 R$ 16,11 2.48
  • AZUL4 R$ 21,00 4.63
  • B3SA3 R$ 12,34 3.61
  • BBAS3 R$ 37,53 -0.11
Abra sua conta no BTG

Fintech Brex passa a valer US$ 12,3 bilhões e vira um decacórnio

Startup fundada por brasileiros nos EUA levanta mais US$ 300 milhões em nova rodada de investimento
Pedro Francheschi e Henrique Dubugras, fundadores da Brex | Foto: Divulgação (Divulgação/Brex)
Pedro Francheschi e Henrique Dubugras, fundadores da Brex | Foto: Divulgação (Divulgação/Brex)
Por Da RedaçãoPublicado em 23/10/2021 14:52 | Última atualização em 23/10/2021 14:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A fintech Brex, fundada pelos brasileiros Pedro Franceschi e Henrique Dubugras no Vale do Silício, acaba de se tornar um decacórnio – startup avaliada em mais de 10 bilhões de dólares. 

A startup está levantando 300 milhões de dólares em nova rodada de investimento liderada pela Greenoaks, totalizando uma avaliação de 12,3 bilhões de dólares, segundo informações do site TechCrunch. A notícia não foi comentada nem pela Brex nem pela Greenoaks.

Em abril, a empresa havia sido avaliada em 7,4 bilhões de dólares em abril, após levantar 425 milhões de dólares da Série D, liderada pela Tiger Global Management.

Fundada em 2017, a Brex se destacou no mercado americano por oferecer cartões de crédito corporativos para outras startups e empresas de inovação, como Airbnb e Class Pass. 

Desde sua fundação, o modelo de negócio já se expandiu para atender também pequenas empresas tradicionais. Segundo o TechCrunch, a Brex está caminhando para dobrar suas receitas em 2021.

Vale lembrar que o empreendimento não é o primeiro dos sócios. Antes de se mudarem para os Estados Unidos, Franceschi e Dubugras criaram a fintech de meio de pagamentos Pagar.me, vendida para a Stone em 2016.