Contra monopólio do e-commerce, fintech apoia pequenos lojistas regionais

A startup Conta Zap se uniu ao Sebrae e outras instituições para criar um projeto de fomento ao empreendedorismo na região Norte do país

Impulsionadas pela pandemia, as compras online nunca estiveram tão em alta. Somente em 2020, as vendas no e-commerce cresceram cerca de 41%, faturando mais de 87 bilhões de reais, segundo dados da consultoria Ebit/Nielsen. Essa foi a tempestade perfeita para que grandes varejistas se estabelecessem no ambiente digital e empresas como Amazon, Mercado Livre e Magazine Luiza tivessem um dos melhores anos de suas histórias. No Magalu, por exemplo, as vendas online já correspondem a 70% do faturamento.

O cenário, porém, pode não ter sido tão positivo para os pequenos comerciantes. Muito dependentes das lojas físicas, os pequenos varejistas foram fortemente impactados pelas restrições de circulação. A solução foi migrar para o online. Como preocupação adicional, esses comerciantes também se viram diante de uma realidade que exigia não apenas a transformação digital repentina, mas uma intensa competição com os gigantes do setor.

Pensando nisso, a Conta Zap, fintech de pagamentos via WhatsApp, juntou-se ao Sebrae em um projeto comandado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, para capacitar comércios locais que perderam boa parte da clientela para os grandes varejistas virtuais. O projeto também tem a parceria do Instituto Federal do estado e da Câmara dos Dirigentes Lojistas do município.

Batizado de “Compre Aqui”, o programa visa incentivar a compra por pequenos lojistas da cidade de São Gonçalo, fortalecendo o empreendedorismo local. Para isso, a Conta Zap irá oferecer seu método de pagamento e uma vitrine virtual para que comerciantes anunciem seus produtos nas redes sociais, enquanto o Sebrae ficará a cargo de treinar os comerciantes, em uma série de cursos e capacitações, para que tenham sucesso nas vendas online.

“A vitória dos grandes players dada pelo mercado financeiro vem às custas de um prejuízo econômico de milhares de pequenos e médios negócios”, diz Roberto Marinho Filho, CEO da Conta Zap. “O desarranjo econômico precisa ser corrigido. Os grandes players têm sim de estar em todo o país, mas precisa haver um estímulo para que aquele pequeno artesão, por exemplo, também tenha presença e visibilidade online”, diz

Para ter acesso ao programa, o comerciante deve acessar a página do Compre Aqui, preencher um formulário de cadastro, abrir uma conta digital gratuitamente pela Conta Zap, aceitar os termos e condições e cadastrar os produtos no portal. Até o momento, já são mais de 100 estabelecimentos cadastrados, segundo a fintech.

Já um consumidor da região que deseja apoiar o comércio local precisa acessar o Facebook, entrar na página ‘Compre Aqui – São Gonçalo do Amarante’, filtrar sua busca por loja ou categoria de produto, selecionar o que pretender adquirir e clicar no botão comprar. Ele será então redirecionado para o Whatsapp, onde poderá realizar o pagamento por meio do chatbot da Conta Zap.

De acordo com Marinho, a empresa também já conversa com outras prefeituras e Sebraes para estender a iniciativa e, em julho, o projeto será ampliado para três outros municípios do estado. Em um futuro próximo, o objetivo é também levar a ideia para outros estados. Segundo o empreendedor, o local escolhido deve ser o estado do Piauí.

“Após a crise sanitária, a sobrevivência dos pequenos comerciantes deve ser uma das preocupações principais do pós-pandemia. Estamos aqui para ajudar nessa missão”, diz.

O futuro do varejo é 100% digital? Entenda assinando a EXAME. 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também