12 dicas de analistas do Shark Tank para acertar na hora do seu pitch

Diogo Garcia e André Mainart, fundadores da Confraria do Empreendedor e analistas do programa, revelam o que fazer em uma apresentação de negócios

A quinta temporada do Shark Tank Brasil estreia nesta sexta-feira, 20. No programa, a investidora Carol Paiffer se junta ao time composto por Caito Maia, fundador da rede Chili Beans; José Carlos Semenzato, investidor em franquias como Espaçolaser e OdontoCompany; João Appolinário, fundador da Polishop; e Camila Farani, investidora-anjo.

O programa deu projeção ao ecossistema de empreendedorismo brasileiro. Por lá, dezenas de empreendedores tentam conquistar um “shark” e receber um investimento para alavancar seus negócios. O segredo do sucesso? Saber como apresentar em poucos minutos a sua empresa.

Dois analistas do Shark Tank Brasil, Diogo Garcia e André Mainart, cofundadores da Confraria do Empreendedor, contaram à EXAME o que buscam em uma empresa na pré-seleção que fazem para o programa. 

confraria-do-empreendedor Diogo Garcia, Natália Lazarini e André Mainart, fundadores da Confraria: movimento de empreendedores apoia o programa do Sony Channel

Diogo Garcia, Natália Lazarini e André Mainart, fundadores da Confraria: movimento de empreendedores apoia o programa do Sony Channel (Confraria do Empreendedor/Divulgação)

Os especialistas listaram doze pontos que não podem faltar em um pitch bem-feito. Confira abaixo:

  1.     É importante se preocupar com o storytelling. Conte a história com uma sequência de fatos que engaje o investidor a querer saber mais.
  2.     Qual problema sua empresa pretende resolver? Deixe claro para os investidores que o problema que seu negócio tenta resolver importa.
  3.     Não esqueça de mencionar o tamanho do mercado em que sua empresa atua e como ela pretende se posicionar. Isso ajuda os investidores a dimensionar o tamanho da oportunidade. 
  4.     Qual a sua solução para o problema? Tente deixar claro qual é esta solução e a proposta de valor para seu cliente.
  5.     Quais são os seus diferenciais? Se tiver depoimentos de clientes, utilize-os de forma breve. 
  6.     Explique o seu modelo de negócio e como e onde você vende.
  7.     Se já tiver clientes, não deixe de mencionar quantos são. 
  8.     Em qual estágio sua empresa está? Mostre o que sua empresa já construiu. 
  9.     Pense bastante em como fundamentar o pedido de investimento. Quanto quer pedir e até quanto quer ceder de percentual de equity? O investimento será utilizado para quê? Qual investidor pode te prover o melhor ativo como, por exemplo, experiência e rede de relacionamento?
  10. Esteja familiarizado com os números de custos, margem e receita – isto é fundamental!
  11. Mostre quem faz parte do seu time e quais são suas experiências e atribuições no segmento.
  12. Identifique quais os principais riscos e incertezas do seu negócio, pois os investidores podem fazer perguntas justamente sobre este ponto.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.