Negócios

Verint pode se fundir com a israelense NSO em acordo de U$1 bi, diz fonte

Transação, que envolve a divisão de segurança da empresa de software Verint Systems, criaria uma das maiores empresas cibernéticas do mundo

Segurança cibernética: NSO continuaria a ser uma empresa independente como uma divisão dentro da Verint, segundo a fonte (BrianAJackson/Thinkstock)

Segurança cibernética: NSO continuaria a ser uma empresa independente como uma divisão dentro da Verint, segundo a fonte (BrianAJackson/Thinkstock)

R

Reuters

Publicado em 28 de maio de 2018 às 15h30.

Jerusalém - A empresa de software Verint Systems está em negociações para fundir sua divisão de segurança com a empresa de vigilância cibernética israelense NSO Group em um negócio avaliado em cerca de 1 bilhão de dólares, disse uma fonte próxima às negociações nesta segunda-feira.

Se concluída, a transação criaria uma das maiores empresas cibernéticas do mundo. A NSO continuaria a ser uma empresa independente como uma nova divisão dentro da Verint, disse a fonte, que falou sob condição de anonimato.

A fonte também disse que o acordo provavelmente será assinado nos próximos dias.

A NSO é mais conhecida como fornecedora de ferramentas de vigilância móvel para governos e agências de aplicação da lei. A empresa, fundada em 2009 por Omri Lavie e Shalev Hulio, esteve no centro das atenções no ano passado em meio a alegações de que o governo mexicano usou seu spyware Pegasus para atingir cidadãos particulares.

A NSO se recusou a comentar o assunto, enquanto a Verint não estava disponível for a do horário comercial nos Estados Unidos. As negociações foram inicialmente reportadas pelo Wall Street Journal.

O Wall Street Journal informou que, sob o acordo proposto, a Verint ofereceu pagar a empresa de private equity Francisco Partners, que é acionista controladora da NSO, com suas próprias ações e dívida assumida.

O jornal disse que a Francisco Partners, que pagou 120 milhões de dólares para comprar uma participação majoritária na NSO em 2014, se tornaria o maior acionista da Verint se o acordo for concluído.

As ações da Verint subiram mais de 5 por cento este ano e fecharam em 44,05 dólares na sexta-feira, avaliando a companhia em 2,82 bilhões de dólares.

Acompanhe tudo sobre:Empresas de internetempresas-de-tecnologiaFusões e Aquisições

Mais de Negócios

Empreendendo no mercado pet, ele saiu de R$ 50 mil para R$ 1,8 milhão. Agora, aposta em franquias

Ele quer chegar a 100 lojas e faturar R$ 350 milhões com produtos da Disney no Brasil

Shopee ultrapassa Amazon e se torna segundo e-commerce mais acessado do Brasil em maio; veja a lista

Por que a Cimed está disposta a pagar R$ 450 milhões pela Jequiti

Mais na Exame