Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:
seloNegócios

Statoil projeta diversos acordos de fusão e aquisição

"Se você olhar para o mercado de aquisições e desinvestimentos de petróleo e gás de forma global ao longo dos últimos 5 anos, eles têm caído para suas mínimas"

Modo escuro


	Statoil: mais cedo durante a conferência, Knight disse que espera mais acordos no setor de petróleo norueguês
 (Kristian Helgesen/Bloomberg)

Statoil: mais cedo durante a conferência, Knight disse que espera mais acordos no setor de petróleo norueguês (Kristian Helgesen/Bloomberg)

D
Da Redação

Publicado em 29 de agosto de 2016, 16h55.

Stavanger - O setor de petróleo deverá ver ainda vários acordos de fusões e aquisições, projetou nesta segunda-feira o vice-presidente-executivo de estratégia global e desenvolvimento de negócios da petroleira norueguesa Statoil, John Knight.

Ao ser questionado sobre o assunto pela Reuters, no intervalo da conferência de petróleo Offshore Northern Seas, em Stavanger, na Noruega, ele afirmou:

"Se você olhar para o mercado de aquisições e desinvestimentos de petróleo e gás de forma global ao longo dos últimos cinco anos, eles têm caído para suas mínimas de todos os tempos... mas há um número de negócios ativos".

"Um desses é em certas regiões do óleo de xisto norte-americano e você nos viu desinvestindo algumas partes lá para tirar vantagem disso. A outra parte é a Noruega."

"No último ano, nós focamos em quatro áreas. A primeira foi uma troca muito complicada em quatro continentes. Então nós compramos três parceiros da Utgard por um preço muito competitivo, refletindo a parte de baixo do ciclo. Esses dois acordos ajudam a ganhar controle operacional e com eficiência fundamente nesse ambiente de baixos preços", disse Knight à Reuters.

Questionado sobre se a Statoil estaria interessada em adquirir a parte da Maersk Oil no campo de Sverdrup, Knight disse que "não iria especular sobre isso, mas mais exposição a Sverdrup é sempre bem-vinda."

Mais cedo durante a conferência, Knight disse que espera mais acordos no setor de petróleo norueguês, como a fusão entre a parte norueguesa da BP e a parte da petroleira norueguesa Det Norske e sua principal proprietária, a empresa de holding Aker, mais cedo neste ano.

"E acredito que o caráter financeiro e a exigência dos acionistas que estão por trás desse tipo de mudança serão diferentes para alguns dos grandes players. Eu acho que pode significar que teremos que pensar sobre diferentes modos de fazer transferências de impostos e acordos de ativos", disse John Knight.

Últimas Notícias

ver mais
Está começando um negócio? Veja 10 comandos do ChatGPT que vão te fazer economizar tempo e dinheiro
seloNegócios

Está começando um negócio? Veja 10 comandos do ChatGPT que vão te fazer economizar tempo e dinheiro

Há 4 horas
Startup 180º Seguros abandona corretagem para ser seguradora "as a service"
seloNegócios

Startup 180º Seguros abandona corretagem para ser seguradora "as a service"

Há 4 horas
Amigos deixam mundo corporativo e faturam R$ 31 milhões com franquia de padaria portuguesa
seloNegócios

Amigos deixam mundo corporativo e faturam R$ 31 milhões com franquia de padaria portuguesa

Há 4 horas
Esta empresa usou ChatGPT para criar licor, gin e vodca. Agora, projeta faturamento de R$ 10 milhões
seloNegócios

Esta empresa usou ChatGPT para criar licor, gin e vodca. Agora, projeta faturamento de R$ 10 milhões

Há 18 horas
icon

Branded contents

ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais