Acompanhe:
seloNegócios

Ryanair processa Google por anúncios enganosos

A Ryanair disse que o Google está permitindo que a eDreams use "subdomínios enganosos"

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Ryanair: o Google não respondeu imediatamente a um e-mail com pedido de comentários
 (Albert Gea/Reuters)

Ryanair: o Google não respondeu imediatamente a um e-mail com pedido de comentários (Albert Gea/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 1 de dezembro de 2015 às, 15h23.

Londres - A companhia aérea Ryanair lançou nesta terça-feira procedimentos legais contra o Google e a agente de viagens online eDreams na Suprema Corte da Irlanda, sobre o que diz serem anúncios enganosos para vôos da empresa.

A Ryanair disse que o Google está permitindo que a eDreams use "subdomínios enganosos" (http://www.Ryanair.eDreams.com) e um site com marcas similares às da Ryanair para vender passagens com preços mais altos que os do próprio site da Ryanair.

"Seguindo a recusa do Google para impedir esta prática de anúncios falsos (que violam o próprio código de conduta do Google), a Ryanair ficou sem alternativas a não ser adotar os procedimentos legais contra ambos eDreams e Google", disse a Ryanair em comunicado.

O eDreams disse em declaração por e-mail que "discorda fortemente" da posição da Ryanair e disse que as ações legais foram uma tentativa de impedir a agência de viagens online de oferecer aos consumidores os melhores preços e escolhas.

O Google não respondeu imediatamente a um e-mail com pedido de comentários. 

Últimas Notícias

Ver mais
Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas
Exame IN

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas

Há 4 horas

Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%
Economia

Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%

Há 18 horas

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas
seloNegócios

MELHORES E MAIORES 2024: inscrições estão abertas

Há 20 horas

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica
Economia

Pasta do Comércio da China se compromete a ajudar empresas e a impulsionar demanda doméstica

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais