Acompanhe:
seloNegócios

Rossi vai vender ativos para pagar dívida de R$ 800 mi com Bradesco

O documento prevê que 100% da dívida corporativa com o Bradesco será quitada através da alienação de determinados ativos

Modo escuro

Continua após a publicidade
Rossi: construtora espera que, com o acordo, consiga ter caixa para desenvolvimento de novos projetos e para retomar os lançamentos (Germano Lüders/Exame)

Rossi: construtora espera que, com o acordo, consiga ter caixa para desenvolvimento de novos projetos e para retomar os lançamentos (Germano Lüders/Exame)

R
Reuters

Publicado em 26 de dezembro de 2019 às, 19h22.

São Paulo- A construtora Rossi anunciou nesta quinta-feira (26) que seu conselho de administração aprovou assinar um memorando de entendimentos com o Bradesco, que dita os termos de uma nova fase da reestruturação de uma dívida de 800 milhões de reais.

O documento prevê que 100% da dívida corporativa com o Bradesco será quitada através da alienação de determinados ativos, objetos de garantia da referida dívida, afirmou a Rossi por meio de fato relevante.

"A companhia e o Bradesco têm 180 dias para juntos concluir este processo e consumar a quitação de 100% do saldo devedor, com a formalização dos documentos que transferirão a propriedade de todos os ativos objetos do presente acordo", afirmou a Rossi.

Além da redução da alavancagem, já que o montante representa aproximadamente 70% do dívida bruta da Rossi, o acordo permitirá uma queda significativa nas despesas financeiras projetadas para os próximos anos, permitindo que direcionar o caixa para novos desenvolvimentos e para a retomada do ciclo de lançamentos.

Últimas Notícias

Ver mais
Congresso quer novo texto para lei de empresas inadimplentes
Economia

Congresso quer novo texto para lei de empresas inadimplentes

Há 2 semanas

Exclusivo: CEO da Bradesco Asset Management, Bruno Funchal, é entrevistado da EXAME desta terça
Economia

Exclusivo: CEO da Bradesco Asset Management, Bruno Funchal, é entrevistado da EXAME desta terça

Há 2 semanas

Da incorporação para a locação: herdeiro da família Rossi deve faturar R$ 30 milhões com short-stay
seloNegócios

Da incorporação para a locação: herdeiro da família Rossi deve faturar R$ 30 milhões com short-stay

Há 3 semanas

Trabuco assume presidência do conselho diretor da Febraban
seloMercados

Trabuco assume presidência do conselho diretor da Febraban

Há um mês

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais