Rabobank alerta para dificuldade no escoamento de soja em MT

O banco ressaltou que o aumento esperado de 8 % na safra implicará em 2 milhões de toneladas a mais de soja para transportar neste ciclo

São Paulo – O gargalo logístico de Mato Grosso, principal produtor de soja do país, poderá ser agravado em 2013/14 com a colheita de um volume recorde no Estado, em virtude da eventual falta de caminhões para transportar uma safra cujo plantio foi concentrado, apontaram analistas do Rabobank em relatório.

O Rabobank, principal banco do mundo especializado em agronegócios, ressaltou que o aumento esperado de 8 % na safra implicará em 2 milhões de toneladas a mais de soja para transportar neste ciclo.

Além do volume maior, a concentração da colheita também deve pesar sobre o gargalo logístico do Estado.

“O problema é potencializado pela expectativa de concentração dos trabalhos de colheita em decorrência de atrasos no plantio que levaram muitas lavouras a serem plantadas na mesma época”, disse o Rabobank.

A safra do Estado, cuja colheita tem início a partir de janeiro, é estimada em 26 milhões de toneladas, 10 % maior ante o ciclo 2012/13, segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A Agroconsult disse em entrevista recente à Reuters que a antecipação da safra deverá pressionar ainda os portos e o sistema de armazenagem do país.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.