Negócios

Por dentro da sede da AES Brasil, dona da Eletropaulo

Funcionários da matriz trabalham em horários alternativos e alguns podem até fazer home office. Sistemas de controle de operação da empresa chamam a atenção

Entrega de energia (Luísa Melo/EXAME.com)

Entrega de energia (Luísa Melo/EXAME.com)

Luísa Melo

Luísa Melo

Publicado em 9 de abril de 2015 às 11h56.

Última atualização em 13 de setembro de 2016 às 14h46.

Acompanhe tudo sobre:AESAES TietêEletropauloEmpresasEmpresas abertasEmpresas americanasEnergia elétricaEscritóriosgestao-de-negocioshome-officeSedes de empresasServiços

Mais de Negócios

Após falharem em 15 projetos, eles criaram uma startup de logística que está recebendo R$ 12 milhões

11 franquias baratas para trabalhar sem funcionários a partir de R$ 2.850

Inteligência Artificial no Brasil: inovação, potencial e aplicações reais das novas tecnologias

Mundo sem cookies: as big techs estão se adequando a uma publicidade online com mais privacidade

Mais na Exame