Os principais números da Natura após a compra da Avon

Com a aquisição, Natura se torna a maior companhia de beleza do mundo em vendas porta a porta, com mais de 6 milhões de consultoras ou representantes

Em um movimento para se tornar cada vez mais internacional, a Natura acaba de anunciar a compra de sua concorrente Avon. É a maior operação da brasileira e a ajuda a dar um salto em sua participação de mercado.

Com a aquisição, ela se torna a maior companhia de beleza do mundo em vendas porta a porta, com mais de 6 milhões de consultoras ou representantes, milhares de lojas físicas e operações de comércio eletrônico.

A Natura, conhecida fora do Brasil mais por suas ações ambientais na Amazônia do que por seus produtos, vem numa guinada para tornar-se uma empresa de beleza global há alguns anos. Em 2017, a brasileira comprou a britânica The Body Shop e a australiana Aesop, buscando construir um portfólio mais amplo e com produtos e preços diversificados em lojas no exterior.

A The Body Shop tem quase 3.000 lojas pelo mundo, enquanto a Aesop, mais focada em produtos premium, tem mais de 300. As empresas têm foco diferente do da Natura, que tem apenas 36 lojas físicas e cujo principal ativo são as mais de 1 milhão de consultoras no Brasil e 600.000 nos países da América Latina.

Veja abaixo os principais números das duas companhias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.