Lucro trimestral do JPMorgan cresce 22,3% no 3º trimestre

O maior banco dos Estados Unidos em ativos teve alta de 22,3% no lucro trimestral com custos mais baixos

O JPMorgan, maior banco dos Estados Unidos em ativos, teve alta de 22,3 por cento no lucro trimestral com custos mais baixos e uma menor provisão para perdas de crédito compensaram receitas mais fracas com tesouraria.

O banco disse que seu lucro líquido somou 6,8 bilhões de dólares no trimestre encerrado em 30 de setembro, ante 5,7 bilhões no mesmo período de 2014. Na base por ação, o lucro foi de 1,68 dólar, ante 1,35 dólar um ano antes.

O resultado de um ano antes incluiu despesas legais de 1 bilhão de dólares, o que reduziu o lucro por ação em 0,26 dólar.

Analistas em média previam lucro de 1,37 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. Não ficou imediatamente claro se os resultados divulgados nesta terça-feira são comparáveis.

O JPMorgan é o primeiro banco dentre os de maior participação no mercado de capitais dos EUA a divulgar os resultados para o trimestre.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.