Lembra do CEO que demitiu 900 pessoas via Zoom? Ele está de volta

"A Better evoluiu, e eu como líder preciso evoluir também", disse Vishal Garg em carta aos funcionários; companhia diz que está em busca de novos executivos
Vishal Garg, presidente da Better.com: demitiu 900 via Zoom, e diz estar arrependido (Divulgação/Vishal garg)
Vishal Garg, presidente da Better.com: demitiu 900 via Zoom, e diz estar arrependido (Divulgação/Vishal garg)
Por Mariana DesidérioPublicado em 20/01/2022 11:26 | Última atualização em 20/01/2022 11:32Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O CEO da Better.com, Vishal Garg, que demitiu 900 pessoas em uma reunião via Zoom, está voltando ao trabalho depois de ter tirado uma licença de cerca de um mês.

Já imaginou ter acesso a todos os materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal? Agora você pode: confira nossa página de conteúdos gratuitos para baixar.

Em uma carta aos funcionários, o conselho da companhia de hipoteca disse que Garg refletiu sobre sua liderança enquanto estava fora e trabalhou com um coach executivo. As informações são do Wall Street Journal, que teve acesso à carta.

“Estamos confiantes em Vishal e nas mudanças que ele está comprometido a fazer para oferecer o tipo de liderança, foco e visão que a Better precisa neste momento crucial”, diz a carta, de acordo com o jornal.

O conselho diz ainda que vai expandir a liderança da companhia e está procurando novos executivos, dentre eles, um presidente do conselho, um CEO e um diretor de recursos humanos.

Garg também se desculpou em uma carta separada aos funcionários, dizendo que ele se arrepende pela distração e pelo constrangimento que suas ações causaram. Disse também que ficará mais atento ao impacto que suas palavras têm nas pessoas.

“Como muitos sabem, eu sou direto em minhas comunicações, mas muito frequentemente não escolhi minhas palavras de forma cuidadosa o suficiente”, escreveu, ainda segundo o Wall Street Journal. "A Better evoluiu, e eu como líder preciso evoluir também", completou.

Entenda o caso

Vishal Garg anunciou que a empresa de hipoteca estava demitindo cerca de 9% de sua força de trabalho em um webinar pelo Zoom no dia 1º de dezembro, informando abruptamente aos mais de 900 funcionários na reunião virtual que eles seriam desligados da empresa pouco antes dos feriados de fim de ano.

"Se você está nesta teleconferência, você faz parte do grupo azarado que está sendo demitido", disse Garg na reunião.

Após a divulgação do vídeo, Vishal Garg tirou uma folga com efeito imediato. A empresa chamou o episódio de "lamentável" e anunciou a contratação de uma empresa independente para "fazer uma avaliação cultural e de liderança".

Esse não é o primeiro marco negativo de liderança atrelado a Garg. O executivo teve um destaque negativo na Forbes em 2020, quando a revista teve acesso a um e-mail enviado para a equipe em que o CEO chamava os funcionários de "golfinhos burros".

Aporte de US$ 750 milhões

A principal atividade da Better.com é simplificar o processo de hipoteca, proporcionando aos clientes entender melhor quanto eles podem pagar, qual é a taxa de juros e até mesmo conectá-los com pessoas que podem aprovar o crédito em até três minutos.

A empresa surgiu da percepeção do próprio CEO de como o sistema americano era ineficiente nesse quesito, depois de demorar meses em uma tentativa para ter a casa própria. Com a demora do processo, a oportunidade foi perdida e, então, Vishal usou o dinheiro que seria aplicado no imóvel para fundar a startup.

Recentemente a empresa anunciou a decisão de se tornar uma companhia pública por meio de um SPAC e, para isso, já recebeu um aporte de 750 milhões de dólares e do Softbank da Aurora Acquisition Corp. Estimativas apontam que, caso a companhia se tornasse pública, poderia ser avaliada em cerca de 6,9 bilhões de dólares.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.