Negócios

IRB reduz prejuízo líquido em 68,5% no 2º trimestre, para R$ 206,9 milhões

O resultado financeiro e patrimonial cresceu 81,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, para 89,2 milhões de reais

Recepção no prédio da resseguradora IRB Brasil (IRB Brasil/Divulgação)

Recepção no prédio da resseguradora IRB Brasil (IRB Brasil/Divulgação)

R

Reuters

Publicado em 17 de agosto de 2021 às 10h30.

Última atualização em 18 de agosto de 2021 às 00h01.

O IRB Brasil RE teve prejuízo líquido de 206,9 milhões de reais no segundo trimestre, menor do que a perda de 656,7 milhões de reais um ano antes, mas revertendo o lucro líquido de 50,8 milhões de reais no primeiro trimestre.

De acordo com a resseguradora, o resultado do período de abril a junho deste ano foi negativamente afetado pelos negócios descontinuados (run-off), com impacto de 190,3 milhões de reais, parcialmente compensados pelo efeito não recorrentes (one-offs) na ordem de 14,4 milhões de reais --despesa de tributos e administrativas que foram compensadas por crédito em impostos.

O índice de sinistralidade total ficou em 95,7%, abaixo dos 135,3% registrados no segundo trimestre do ano passado, mas acima dos 72,1% do primeiro trimestre deste ano, segundo os dados divulgados na noite de segunda-feira.

O prêmio emitido no período somou 2,16 bilhões de reais, queda de 15,1% ano a ano. O prêmio ganho ficou quase estável, a 1,73 bilhão de reais, e o prêmio retido caiu 7%, para 1,59 bilhão de reais, na mesma base de comparação.

O resultado financeiro e patrimonial cresceu 81,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, para 89,2 milhões de reais.

Acompanhe tudo sobre:BalançosIRBPrejuízo

Mais de Negócios

Apple mantém diálogos com concorrente Meta sobre IA

30 franquias baratas para começar a empreender a partir de R$ 9.500

Empreendendo no mercado pet, ele saiu de R$ 50 mil para R$ 1,8 milhão. Agora, aposta em franquias

Ele quer chegar a 100 lojas e faturar R$ 350 milhões com produtos da Disney no Brasil

Mais na Exame