Negócios

Ipiranga investe em franquias para ampliar fluxo de clientes nos postos

Abertura de 200 unidades vai consumir 25 milhões de reais em recursos em 2006. Estimativa de faturamento é 20% maior em relação a 2005

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h38.

A Ipiranga vai investir 25 milhões de reais para ampliar sua rede de franquias nos postos de combustíveis que levam a bandeira da empresa. O projeto prevê a abertura de 200 unidades neste ano 110 da loja de conveniência am/pm e 90 do serviço de troca de óleo Jet Oil. A perspectiva é aumentar em 20% o faturamento das lojas, que somaram 330 milhões de reais em 2005, um crescimento de 22% ante 2004.

"Em relação ao nosso mercado de combustíveis, que lida com números de faturamento muito elevados, o negócio de franquias é pequeno e está se inserindo. Mas, estrategicamente, ele é muito importante porque tem capacidade para ampliar cerca de 25% o fluxo de clientes nos postos", diz o gerente de marketing da Ipiranga, Jerônimo Santos.

Dos 4 200 postos da marca espalhados pelo país, 3 000 estão em áreas urbanas, o foco do serviço franqueado. Segundo Santos, há potencial para 2 500 postos aderirem ao sistema de franquias am/pm e Jet Oil. A rede Ipiranga fechou 2005 com 542 lojas de conveniência am/pm e 465 unidades da Jet Oil, totalizando 1 007 franquias.

As franquias da Ipiranga são restritas aos revendedores de combustível, que pagam taxa de franquia de cerca de 30 000 reais pela am/pm, e de 15 000 reais pela Jet Oil. Durante as operações, o franqueado paga royalty à Ipiranga entre 6% e 8% pela am/pm e 7% e 9% pela Jet Oil. O faturamento médio de uma loja am/pm é de 65 000 reais mensais, podendo chegar a 270 000, diz Santos. A margem de rentabilidade é de 30% sobre o faturamento da operação.

Com fluxo de mais de 1 milhão de consumidores por dia nos postos da rede, a Ipiranga tem hoje 25,6% de participação no mercado de combustíveis, segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom).

Acompanhe tudo sobre:[]

Mais de Negócios

O Brasil ainda não é um consenso para os investidores globais, afirma Bank of America

Em live relâmpago da WePink, Virgínia vende R$ 4,6 milhões em 20 minutos

Quer ser seu próprio chefe? Veja 5 dicas para começar a empreender com segurança

Tem dinheiro para receber na justiça? Esta startup levantou R$ 7,5 milhões para acelerar processos

Mais na Exame