Acompanhe:
seloNegócios

Hypermarcas ganha fôlego para aquisições com BNDESPar

Venda de debêntures para o banco e minoritários vai gerar R$ 1,1 bilhão à empresa

Modo escuro

Continua após a publicidade
Produtos da Hypermarcas: novo fôlego para investir na indústria farmacêutica (.)

Produtos da Hypermarcas: novo fôlego para investir na indústria farmacêutica (.)

M
Márcio Juliboni

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h41.

São Paulo - Os planos da Hypermarcas de se tornar uma gigante brasileira do ramo de bens de consumo ganharão um novo impulso com a operação acertada com o BNDESPar, o braço de participações do BNDES. Em uma emissão privada, a empresa vai vender 1,1 bilhão de reais em debêntures conversíveis. O BNDESPar vai subscrever 565 milhões de reais do total.

Para a corretora americana Raymond James, o apoio do banco permitirá à Hypermarcas prosseguir com seu plano de aquisições na indústria farmacêutica e de genéricos. "O BNDES tem dado um forte apoio às companhias de rápido crescimento no Brasil", afirma relatório assinado pelas analistas Daniela Bretthauer e Marina Braga.

As debêntures serão emitidas em duas séries - ambas de 550 milhões de reais. A série 1 será conversível em ações e os papéis vencerão em 2015. Caso o BNDESPar decida exercer seu direito de convertê-las, sua participação na Hypermarcas passará de 1,8% para até 3,4% - a fatia final dependerá também da quantidade de minoritários que decidirem converter seus papéis. Esta série de debêntures será remunerada pelo IPCA mais 3% de juros ao ano.

A segunda série não será conversível e seu prazo de resgate será de oito anos. Todos os que subscreverem papéis da série 1 serão obrigados a comprar, também, os da série 2. Os papéis serão amortizados em 12 parcelas semestrais, a partir de 15 de abril de 2014. Sua remuneração será fixa, com taxa de 11,3% ao ano.

Leia mais sobre a Hypermarcas

Acompanhe as notícias de Negócios no Twitter

Últimas Notícias

Ver mais
GPA lança follow-on mirando de R$ 500 milhões a R$ 1 bi
Exame IN

GPA lança follow-on mirando de R$ 500 milhões a R$ 1 bi

Há 13 horas

Depois do primeiro ano com Extrafarma, Pague Menos acelera conversão de lojas e ganhos de sinergia
Exame IN

Depois do primeiro ano com Extrafarma, Pague Menos acelera conversão de lojas e ganhos de sinergia

Há 15 horas

Mercadante: Se houver bom momento, preços favoráveis, empresas maduras, podemos desinvestir
Economia

Mercadante: Se houver bom momento, preços favoráveis, empresas maduras, podemos desinvestir

Há 16 horas

BNDES: lucro líquido cai 5% para R$ 11,9 bilhões em 2023
seloMercados

BNDES: lucro líquido cai 5% para R$ 11,9 bilhões em 2023

Há 18 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais