Negócios
Acompanhe:

Fiat traz de volta modelo 500, o primeiro carro elétrico da marca no país

Montadora, integrante do grupo Stellantis, apresentou o automóvel nesta terça-feira

Fiat 500 elétrico: modelo custa em torno de 240 mil reais. (Fiat/Divulgação)

Fiat 500 elétrico: modelo custa em torno de 240 mil reais. (Fiat/Divulgação)

A
Agência O Globo

Publicado em 3 de agosto de 2021, 21h21.

A Fiat lançou nesta terça-feira o seu primeiro automóvel 100% elétrico a ser comercializado no Brasil. A marca do grupo Stellantis apresentou o Fiat 500e, uma versão elétrica de seu icônico modelo 500, lançado em 1957.

Exemplares importados serão vendidos no Brasil a partir da próxima semana por R$ 239,9 mil. O modelo foi renovado, mas manteve sua característica de faróis redondos e milhas redondos, mas agora em Full LED. O veículo elétrico tem autonomia de 320 quilômetros entre uma recarga e outra.

(Fiat/Divulgação)

Testes realizados no polo automotivo da montadora em Betim (MG) apontaram que a autonomia pode chegar a 460 quilômetros em condições ideias, informou a companhia.

O carro já vem equipado com um cabo padrão de seis metros de comprimento e uma tomada inteligente, localizada na lateral direta, que permite o carregamento das baterias conectada a uma tomada de três pinos de uma residência.

Painel do novo Fiat 500 elétrico. (Fiat/Divulgação)

Uma carga completa deve durar quatro horas, mas é possível fazer uma carga ultrarrápida de cinco minutos para um trajeto de 50 quilômetros. Superconectado, o carro é dotado de sistema wi-fi e integração como smartphone do motorista

Segundo a companhia, o 500 elétrico será comercializado na versão Icon em dez concessionárias de nove cidades, entre elas Rio, São Paulo e Curitiba a partir da próxima semana, mas as reservas já podem ser feitas.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso.