Negócios

Eles criaram um negócio de R$ 80 milhões com a oferta de cursos e certificados a quem é autodidata

Valdo Oliveira e seu filho Diego Marcelo estão à frente do Grupo Ietaam, uma escola de cursos técnicos e profissionalizantes sediada em Belém do Pará e que é uma das empresas de destaque do ranking EXAME Negócios em Expansão

Diego Marcelo e Valdo Oliveira, do Grupo Ietaam: perspectiva otimista para 2024 na esteira da realização da COP, a principal conferência global na agenda climática, em Belém do Pará no ano que vem (Divulgação/Divulgação)

Diego Marcelo e Valdo Oliveira, do Grupo Ietaam: perspectiva otimista para 2024 na esteira da realização da COP, a principal conferência global na agenda climática, em Belém do Pará no ano que vem (Divulgação/Divulgação)

Leo Branco
Leo Branco

Editor de Negócios e Carreira

Publicado em 30 de abril de 2024 às 12h14.

Última atualização em 2 de maio de 2024 às 14h42.

Tudo sobreNegócios em Expansão 2024
Saiba mais

A obstinação costuma ser um traço comum às lideranças empreendedoras, sobretudo aquelas com conquistas para comemorar.

O paraense Valdo Oliveira gosta de falar a respeito da obstinação que ele teve para superar desafios desde cedo.

Nascido em Belém do Pará, de uma mãe lavadeira e um pai taxista, Oliveira trabalhou desde cedo em empresas da capital paraense para conquistar independência financeira.

O investimento em educação fez toda a diferença na vida dele — e, mais tarde, virou inclusive a sua fonte de renda.

Com 14 anos, ele fez um curso técnico de eletricista no Senai. A partir daí, passou a trabalhar no ofício em empresas com operações no Pará.

A experiência levou Oliveira a estar envolvido em grandes projetos como a implantação do Sivam, o sistema de radares gerenciado pelas forças armadas com a finalidade de defesa do espaço aéreo da Amazônia.

Em paralelo, Oliveira dedicou boa parte do tempo para repassar adiante a experiência dele com educação para garantir uma vida melhor.

Em 2012, ele montou o Ietaam, uma escola com cursos técnicos e profissionalizantes.

O negócio deslanchou em 2015 com a introdução da certificação por competência, um diploma dado a quem já trabalha num ofício, mesmo sem uma formação na área e mediante o cumprimento de critérios como aprovação numa prova de conhecimentos técnicos aplicada pelo Ietaam.

Hoje, 80% do faturamento da empresa vem daí. Um convênio com o governo do Pará para certificação da mão de obra técnica do estado colaborou para os números superlativos de 2022. "Nossa base tem mais de 85.000 pessoas certificadas", diz Oliveira.

Em função de convênios com governos estaduais e prefeituras em busca de certificação para agregar valor à mão de obra local, o Grupo Ietaam teve um crescimento surpreendente de 2021 para cá.

+ Quer dicas para decolar o seu negócio? Receba informações exclusivas de empreendedorismo diretamente no seu WhatsApp. Participe já do canal EXAME Empreenda

O bom momento do Grupo Ietaam

O bom momento foi retratado no ranking Negócios em Expansão, o maior anuário do empreendedorismo do Brasil.

Em 2021, a receita operacional líquida do Grupo Ietaam cresceu 85%. A empresa terminou o ano com receitas de 9,5 milhões de reais.

Na primeira edição do Negócios em Expansão, em 2022, o resultado obtido no ano anterior levou o Grupo Ietaam à posição 36º entre os negócios de maior crescimento de receita operacional líquida do Brasil na faixa entre 5 milhões de reais e 30 milhões de reais.

Aí a obstinação de Oliveira falou mais alto mais uma vez. "Falei para meu filho: ‘No ano que vem, vou estar com um resultado bem melhor’. Fiz disso um desafio", diz o fundador Valdo Oliveira.

Na segunda edição do Negócios em Expansão, em 2023, a empresa mostrou um crescimento ainda mais robusto, puxado por uma demanda aos cursos técnicos online oferecidos pela empresa. Na lista dos mais buscados estão as de carreiras ligadas à enfermagem, metalurgia e energias renováveis.

Com uma receita operacional líquida de 35 milhões de reais em 2022, um salto de impressionantes 949%, o Grupo Ietaam conquistou a segunda posição entre os negócios que mais cresceram no Brasil na categoria de 30 milhões a 150 milhões de reais.

Em 2023, a empresa teve um faturamento de 80 milhões de reais. Por trás dos ótimos resultados está uma estratégia bem azeitada de marketing digital para conquistar alunos para além das fronteiras do Pará. Hoje, 70% dos alunos vêm por este canal, capitaneado pelo filho Diego Marcelo Oliveira, diretor de operações do Grupo Ietaam.

A expectativa para este ano é chegar a um faturamento acima de 180 milhões de reais.

A conquista deve ser embalada, entre outros fatores, por uma parceria com o Ministério do Turismo para montagem de uma escola de excelência no turismo tendo em vista a avalanche de oportunidades de empregos em Belém do Pará em função de a capital paraense sediar a COP, principal conferência global para a agenda climática, no fim de 2025.

A empresa é um Negócio em Expansão

O crescimento pelo qual o Grupo Ietaam vem passando o transforma num negócio em expansão. A evolução, inclusive, foi certificada pela EXAME no ranking EXAME Negócios em Expansão 2023, o maior anuário do empreendedorismo brasileiro.

Os resultados vieram a público num evento para mais de 400 convidados em São Paulo, em julho do ano passado.

As inscrições para a edição 2024 estão abertas. O ranking é uma forma de reconhecer os negócios e celebrar o empreendedorismo no país.

Com gestões eficientes, análise de oportunidade, novas estratégias e um bom jogo de cintura, os executivos no comando desses negócios conseguiram avançar no mercado.

Acompanhe tudo sobre:Negócios em Expansão 2024negocios-em-expansao-2023

Mais de Negócios

Cimed avança na compra da Jequiti — e quer 100% da empresa de cosméticos

Essa empresa vende em até 10 vezes sem juros artigos de luxos – que podem render mais do que ações

Grupo de certificados digitais de MG compra empresa, faz fusão e passa a valer R$ 300 milhões

EXCLUSIVO: Natura lança o seu primeiro fundo de investimentos em startups com valor de R$ 50 milhões

Mais na Exame