Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Veja quais são os dez carros mais baratos do Brasil

Modelos tiveram aumento de quase 30% desde o começo do ano e devem continuar valorizando nos próximos meses

Os preços dos carros zero-quilômetro subiram bem acima da inflação e, no caso dos modelos mais em conta, chegaram a valorizar quase 30%. Tanto que, atualmente, há apenas duas opções abaixo dos 60.000 reais: Fiat Mobi e Renault Kwid — e ambos subiram quase 8.000 reais desde o começo do ano. Saiba quais são as opções mais baratas do mercado brasileiro (e quanto custa cada uma delas).

Os dez carros mais baratos do Brasil

  • Fiat Mobi
Fiat Mobi Easy carro mais barato do Brasil Fiat Mobi

Fiat Mobi (Fiat/Divulgação)

Preço atual: 47.990 reais;

Janeiro/21: 39.790 reais;

Variação: 20,6%.

O modelo mais barato da Fiat — e do Brasil — tem vantagem de apenas 300 reais em relação ao segundo colocado da lista. Mas, para conseguir o título, o Mobi Easy precisou abrir mão de equipamentos como ar-condicionado e assistência da direção (fosse elétrica ou hidráulica). Para quem desejar mais conforto, o jeito é levar configurações topo de linha, já que, na opção de entrada, não há opcionais.

  • Renault Kwid
Renault Kwid Renault Kwid

Renault Kwid (Renault/Divulgação)

Preço atual: 48.290 reais;

Janeiro/21: 40.990 reais;

Variação: 17,8%.

Com pouca diferença de valores em relação ao modelo mais barato do país, o Renault Kwid poderia até ser classificado com empate técnico. E as semelhanças com o rival vão bem além da tabela: o pacote de equipamentos também dispensa ar-condicionado e direção elétrica. Na opção de entrada, o cliente leva praticamente os itens obrigatórios. Só fique atento, porque o visual deve mudar em breve.

  • Volkswagen Fox
VW Fox Connect VW Fox Connect

VW Fox Connect (Volkswagen/Divulgação)

Preço atual: 61.690 reais;

Janeiro/21: 55.545 reais*;

Variação: 11,6%.

É bem provável que o Volkswagen Fox seja aposentado em breve — principalmente para ceder espaço na linha de produção ao rentável T-Cross. Mas, enquanto isso não acontece, o veterano se mantém como o carro mais barato da marca e o primeiro fora da categoria de entrada. E o modelo até perdeu alguns dos itens de série nos últimos meses (como central multimídia), mas ainda mantém a dignidade.

  • Chevrolet Joy
Chevrolet Joy Chevrolet Joy

Chevrolet Joy (Chevrolet/Divulgação)

Preço atual: 62.190 reais;

Janeiro/21: 55.724 reais*;

Variação: 11,6%.

Enquanto o Onix mudou de geração, a Chevrolet deu um jeitinho para manter o modelo anterior na loja: rebatizou para Joy e reposicionou os preços. Para quem já era fã do modelo, que dominou as vendas nos últimos anos, é basicamente o mesmo carro revelado por aqui em 2012 — e atualizado após quatro anos. Se acabou ofuscado pelo irmão mais novo nas vitrines, é o queridinho de frotas e locadoras.

  • Hyundai HB20
Hyundai HB20 Sense Hyundai HB20

Hyundai HB20 (Hyundai/Divulgação)

Preço atual: 62.790 reais;

Janeiro/21: 52.290 reais;

Variação: 20,1%.

Esqueça o visual polêmico do Hyundai HB20: se o primeiro modelo teve aprovação quase unânime, com a segunda geração, o jeito foi apelar à boa relação custo-benefício. Tanto que o hatch é praticamente o único com projeto realmente moderno desta lista (e está há menos de dois anos no mercado brasileiro). Também pesam a favor do modelo a boa lista de equipamentos e o bom nível de construção.

  • Fiat Uno
Fiat Uno Fiat Uno

Fiat Uno (Fiat/Divulgação)

Preço atual: 63.490 reais;

Janeiro/21: 49.190 reais;

Variação: 29,1%.

Tudo bem que o Fiat Uno está na berlinda — e há anos é jurado de morte pela imprensa especializada. Só que o modelo continua à venda em versão única e oferece algumas vantagens em relação ao Mobi: mais espaço interno e, principalmente, porta-malas mais generoso. Na lista de equipamentos de série, fica no mesmo nível dos rivais. Como é comum nos projetos antigos, sobrevive às custas de frotistas.

  • Fiat Grand Siena
Fiat Grand Siena Fiat Grand Siena

Fiat Grand Siena (Fiat/Divulgação)

Preço atual: 64.490 reais;

Janeiro/21: 49.190 reais;

Variação: 20,8%.

Esse veterano sobrevive ao longo dos anos, mas ainda garante um título à prateleira: sedã mais barato do Brasil. Isso significa que, para clientes que buscam bom espaço no porta-malas, o argumento do Fiat Grand Siena é praticamente imbatível. Só que o modelo repete alguns dos problemas de projetos mais antigos, como risco iminente de aposentadoria, além presença garantida nos pontos de táxis.

  • Volkswagen Gol
Gol VW carro de entrada mais vendido Volkswagen Gol

Volkswagen Gol (Volkswagen/Divulgação)

Preço atual: 64.490 reais;

Janeiro/21: 53.390 reais*;

Variação: 20,8%.

Quem diria que o ex-líder de vendas duraria tanto tempo — até mais que o Fox, que foi criado para fazer essa substituição? Mas o Volkswagen Gol segue firme e forte, com vendas relativamente boas e clientes garantidos entre frotistas e locadoras. Existem problemas que sobreviveram aos anos, como ergonomia dos anos 1990 (com pedais, volante e botões deslocados), mas é robusto e tem bom mercado.

  • Fiat Argo
Fiat Argo Fiat Argo

Fiat Argo (Fiat/Divulgação)

Preço atual: 66.890 reais;

Janeiro/21: 55.490 reais;

Variação: 20,5%.

Outro raro novato para a lista dos mais baratos, o Fiat Argo é um dos projetos mais modernos da marca e, para contornar a falta de equipamentos, oferece diferentes pacotes de opcionais. Só não espere pela central multimídia, que continua restrita às configurações mais caras do modelo. Pelo menos o desenho está em dia e, por isso, não há nenhuma previsão de mudanças profundas nos próximos anos.

  • Chevrolet Joy Plus
Chevrolet Joy Plus Chevrolet Joy Plus

Chevrolet Joy Plus (Chevrolet/Divulgação)

Preço atual: 66.790 reais;

Janeiro/21: 59.771 reais*;

Variação: 11,7%.

Não se confunda pelo nome: esse é o Chevrolet Prisma rebatizado após a chegada do Onix Plus — que é a nova geração do sedã. Mas a boa notícia é que o veterano já é bem conhecido do público, o que garante espaço no mercado e aceitação na hora da revenda. E, exatamente como no Joy, é figurinha certeira nas frotas e locadoras (com vantagem de oferece mais espaço para bagagem graças ao porta-malas).

*Preços de tabela FIPE

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também