Acompanhe:
seloNegócios

Contrato protege novos controladores da Alpargatas de leniência

A analistas e investidores, o presidente da Itaúsa afirmou "estar tranquilo" em relação aos riscos do acordo dos antigos controladores

Modo escuro

Continua após a publicidade
Alpargatas: o executivo afirma que a empresa tem boa governança e "excelente quórum para enfrentar desafios" (foto/Divulgação)

Alpargatas: o executivo afirma que a empresa tem boa governança e "excelente quórum para enfrentar desafios" (foto/Divulgação)

A
Aline Bronzati, do Estadão Conteúdo

Publicado em 14 de julho de 2017 às, 13h24.

São Paulo - O maior ponto de atenção na compra da Alpargatas foi a proteção para os novos controladores da empresa de eventuais riscos que possam advir do acordo de leniência e colaboração premiada por parte dos antigos donos, de acordo com o presidente da Itaúsa, Alfredo Setubal.

"A atenção foi toda em torno disso. O contrato protege bastante bem os novos controladores desse risco (do acordo de leniência dos antigos controladores). Estamos tranquilos", explicou o executivo, em teleconferência com analistas e investidores, nesta sexta-feira, 14.

Setubal afirmou que no processo de due dilligence, ou seja, de auditoria das informações da Alpargatas, não foi identificado nada "extremamente relevante" e que gerasse atenção maior nas questões trabalhista e fiscal.

A empresa, de acordo com ele, tem boa governança e tem "excelente quórum para enfrentar desafios".

O conselho de administração da Alpargatas, conforme o presidente da Itaúsa, será trocado à medida que o negócio seja aprovado pelos órgãos competentes e concluído.

Já a diretoria da empresa, segundo o executivo, será mantida, uma vez que foi responsável pela companhia chegar onde chegou.

Últimas Notícias

Ver mais
Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS
EXAME Agro

Com exportação para China, JBS investe R$ 150 milhões e duplica capacidade em frigorífico no MS

Há 3 horas

38 frigoríficos recém-habilitados pela China devem incrementar R$ 10 bi à balança brasileira
EXAME Agro

38 frigoríficos recém-habilitados pela China devem incrementar R$ 10 bi à balança brasileira

Há 5 horas

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento
Exame IN

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento

Há um dia

Para Itaú BBA, mudança aprovada pela Câmara abala credibilidade do arcabouço fiscal
Economia

Para Itaú BBA, mudança aprovada pela Câmara abala credibilidade do arcabouço fiscal

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais