Acompanhe:
seloNegócios

Companhias aéreas dos EUA têm liberação de Cuba para voos

A porta-voz da American Airlines, Martha Pantin, declarou que estão planejados dois voos por dia a Holguín, Santa Clara e Varadero

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Estados Unidos e Cuba: o primeiro voo após mais de 50 anos de inimizade entre os dois países será realizado pela JetBlue
 (Ueslei Marcelino/Reuters)

Estados Unidos e Cuba: o primeiro voo após mais de 50 anos de inimizade entre os dois países será realizado pela JetBlue (Ueslei Marcelino/Reuters)

D
Da Redação

Publicado em 19 de agosto de 2016 às, 16h02.

Miami - A companhia aérea americana American Airlines anunciou nesta sexta-feira que o governo de Cuba autorizou a realização de 56 voos comerciais semanais com origem em Miami e destinos em cinco cidades da ilha, operação que terá início a partir do próximo dia 7 de setembro.

A porta-voz da American Airlines, Martha Pantin, declarou à Agência Efe que estão planejados dois voos por dia a Holguín, Santa Clara e Varadero, além de um por dia para Cienfuegos e outro para Camagüey.

No entanto, o primeiro voo após mais de 50 anos de inimizade entre os dois países será realizado pela JetBlue, no dia 31 de agosto, com uma viagem entre Fort Lauderdale, na Flórida, e Santa Clara.

Este será o primeiro voo comercial entre cidades de EUA e Cuba após a normalização das relações diplomáticas entre os dois países, iniciada em dezembro de 2014 e concretizada em julho de 2015, quando representações nacionais em Washington e Havana passaram a funcionar como embaixadas.

"Desde que atribuíram a nós voos regulares para Cuba, em junho, nossa equipe está trabalhando duro para garantir que estamos prontos para realizar este serviço", disse o vice-presidente sênior da American Airlines, Art Torno, em comunicado.

Os voos fazem parte de um total de 110 linhas comerciais com destino a Cuba aprovadas pelo Departamento de Transporte dos Estados Unidos. Dentre elas, 90 são para cidades além de Havana, enquanto as 20 para a capital cubana ainda aguardam a liberação final.

A demora para a autorização acontece porque as solicitações para voos a Havana superaram em três vezes os 20 que haviam sido combinados entre os governos nacionais.

Por sua parte, o Departamento de Transporte dos EUA já escolheu seis empresas aéreas, entre elas American Airlines e JetBlue, que farão os outros 90 voos, que sairão de cinco cidades americanas diferentes com destino a nove locais de Cuba.

Últimas Notícias

Ver mais
Conflito no Oriente Médio: resposta de Israel, apoio dos Estados Unidos e sombra de China e Rússia
Mundo

Conflito no Oriente Médio: resposta de Israel, apoio dos Estados Unidos e sombra de China e Rússia

Há 8 horas

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som
Casual

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som

Há 10 horas

Irã confirma ataque de drones e mísseis contra Israel, diz imprensa estatal iraniana
Mundo

Irã confirma ataque de drones e mísseis contra Israel, diz imprensa estatal iraniana

Há 11 horas

Irã lança ataque de drones contra Israel e aumenta risco de guerra regional
Mundo

Irã lança ataque de drones contra Israel e aumenta risco de guerra regional

Há 11 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais