Negócios

Maior cervejaria artesanal de Santa Catarina, dona da Saint Bier e Barco, é comprada pelo Grupo Ezos

O Grupo Ezos informou que a CSC já retomou a produção e receberá investimentos tanto para a ampliação de capacidade quanto para a renovação do parque fabril

O Grupo Ezos adquiriu 100% do negócio, incluindo as marcas Saint Bier, Catarina, Coruja e Barco e a operação industrial (Cervejaria Santa Catarina/Divulgação)

O Grupo Ezos adquiriu 100% do negócio, incluindo as marcas Saint Bier, Catarina, Coruja e Barco e a operação industrial (Cervejaria Santa Catarina/Divulgação)

Marcos Bonfim
Marcos Bonfim

Repórter de Negócios

Publicado em 19 de maio de 2023 às 11h59.

Última atualização em 19 de maio de 2023 às 13h10.

A Cervejaria Santa Catarina (CSC), dona das marcas Saint Bier, Coruja, Barco e Catarina, foi adquirida pelo Grupo Ezos, holding criada em 2020 para a gestão de negócios em diversos setores. Fundada em Forquilhinha, município de Santa Catarina, a CSC está no mercado desde 2007 e é considerada uma das mais tradicionais no estado.

No começo do mês passado, a empresa tinha anunciado que estava fechando as portas da unidade de produção, onde trabalhavam 88 profissionais. A decisão fazia parte de uma mudança no modelo de negócio com o foco em licenciamento das marcas e o recebimento de royalties. A empresa negou que estivesse passando por problemas financeiros.

Com a nova transação, oficializada nesta quinta-feira, 18, o Grupo Ezos adquiriu 100% do negócio, incluindo as marcas Saint Bier, Catarina, Coruja e Barco e a operação industrial. Em nota, a holding informou que a CSC já retomou a produção e fará investimentos tanto para a ampliação de capacidade quanto para a renovação do parque fabril. Os valores não foram informados.

A companhia também manterá todos os funcionários e prevê a contratação de novos profissionais para que a cervejaria volte a operar a pleno vapor, com 100% da capacidade.

Qual o futuro do negócio

O Grupo Ezos, criado pelas famílias Mezzari e Dagostin em 2020, está por trás da gestão de negócios como a Fumacense Alimentos, dona das marcas Kiarroz e RisoVita, da incorporada JS Empreendimentos e do Criciúma Shopping.

Com a aquisição da Cervejaria Santa Catarina, a holding pretende usar essa estrutura logística e de distribuição nacional para expandir as capacidades da cervejaria, uma das dificuldades da gestão anterior pelos custos e tributos envolvidos no processo.

Atualmente, as cervejarias artesanais trabalham com um raio médio de 50 km entre a fabricação e os clientes.

Acompanhe tudo sobre:CervejasEmpreendedorismoSanta Catarina

Mais de Negócios

40 franquias baratas para quem quer deixar de ser funcionário a partir de R$ 2.850

Ele cansou de trabalhar em telecom. Agora, faz mais de R$ 1 mi com franquia de serviços automotivos

“É função dos empresários iniciar um novo RS”, diz CEO da maior produtora de biodiesel do país

Na Prosegur, os candidatos são avaliados pela simpática Rose, a chatbot do grupo

Mais na Exame