Negócios

CEO interino da BlackBerry deve permanecer no cargo

John Chen, um especialista em recuperação com a Sybase no final dos anos 1990, "está aí para uma longa caminhada", disse o acionista Prem Watsa


	John Chen: a BlackBerry praticamente inventou a ideia de email móvel, mas perdeu sua liderança no mercado conforme as rivais chegavam com dispostivos mais acessíveis
 (Reuters)

John Chen: a BlackBerry praticamente inventou a ideia de email móvel, mas perdeu sua liderança no mercado conforme as rivais chegavam com dispostivos mais acessíveis (Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 4 de dezembro de 2013 às 10h48.

Londres - O presidente-executivo interino recém-nomeado para reformular a fabricante de celulares BlackBerry "está aí para uma longa caminhada", disse à Reuters o maior acionista da empresa, Prem Watsa.

Watsa anteriormente buscou parceiros numa tentativa de 4,7 bilhões de dólares de fechar o capital da BlackBerry. Mas sua empresa, a Fairfax Financial, optou por liderar uma captação de 1 bilhão de dólares para fornecer recursos à empresa canadense para financiar uma recuperação.

John Chen, um especialista em recuperação com a Sybase no final dos anos 1990, foi trazido como presidente-executivo interino.

"John está engajado para longa caminhada, ele é um lider excepcional, e terá muito sucesso", disse Watsa à Reuters em uma entrevista por telefone a partir de seu escritório em Toronto, de onde ele descreveu a BlackBerry como uma empresa icônica que merece ter sucesso.

A BlackBerry praticamente inventou a ideia de email móvel, mas perdeu sua liderança no mercado conforme as rivais chegavam com dispostivos mais acessíveis a consumidores, como a Apple e seu iPhone e telefones usando o sistema operacional Android do Google.

Acompanhe tudo sobre:BlackBerryEmpresasExecutivosIndústria eletroeletrônicaSmartphones

Mais de Negócios

Startup do Paraná que ajuda call center a ligar para você compra empresa e mira R$ 100 milhões

Eles voltaram: depois de Floripa e POA, patinetes desembarcam no Rio e irão chegar a São Paulo

O bilionário de 80 anos que ficou US$ 40 bilhões mais rico num ano – e US$ 2,8 bi mais rico em 24h

Como o chef João Diamante está ajudando a mudar o mundo por meio da alimentação

Mais na Exame