Negócios

BR Malls conclui aquisição de 40% de shopping em Curitiba

Valor da transação foi de 60 milhões de reais

Shopping center Crystal Plaza: com a aquisição desse empreendimento a Br Malls elevou sua área bruta locável própria para 496,0 mil metros quadrados (.)

Shopping center Crystal Plaza: com a aquisição desse empreendimento a Br Malls elevou sua área bruta locável própria para 496,0 mil metros quadrados (.)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h41.

São Paulo - A Br Malls concluiu a aquisição de 40% do Shopping Center Crystal Plaza e, a partir de hoje (15/09), também é responsável por sua administração e comercialização. O valor da transação foi negociado em 60 milhões de reais, que serão pagos em duas parcelas, uma hoje e a outra após um ano, corrigida pelo IGP-M, equivalente a um valor presente de 58,5 milhões de reais.

Para 2011, a estimativa da empresa é que o shopping gere 6,8 milhões de reais de NOI (lucro operacional líquido, na sigla em inglês), incluindo receita de serviços, para a Br Malls, e que o NOI estabilizado alcance 7,7 milhões de reais, também referentes a participação da Br Malls. Sendo assim, esse investimento representa um cap rate nominal de entrada (2011) de 11,7% e um cap rate estabilizado de 13,2%, real e desalavancado. Já a taxa interna de retorno do projeto ficou em 13,4%, real e desalavancada.

Com a aquisição do Crystal Plaza, a Br Malls elevou sua área bruta locável (ABL) própria de 491,1 mil metros quadrados para 496,0 mil metros quadrados, e o ABL total da Companhia para 1.064,7 mil metros quadrados.

O Shopping Center Crystal Plaza foi inaugurado em novembro de 1996 em Curitiba e possui 12.310 metros quadrados de ABL, distribuídos em quatro andares com 135 lojas, cinco salas de cinema e um estacionamento com 590 vagas. Algumas de suas lojas são: H. Stern, Lacoste, Natan, Calvin Klein, Forum, L'Occitane, Mixed, Max Mara, Lancaster, MontBlanc e Rosa Chá.

Leia mais sobre aquisições

Acompanhe as notícias de Negócios do site EXAME no Twitter

 

Acompanhe tudo sobre:brMallsEmpresasEmpresas abertasFusões e AquisiçõesNegociaçõesShopping centersSul

Mais de Negócios

Na peleia: mesmo com a enchente, gaúcha Docile mantém planos e abre sua primeira loja de doces em SP

Ela se demitiu aos 52 anos para empreender. Hoje é uma das mulheres mais ricas dos EUA

Brasil terá convênio com Alibaba para que pequenas empresas exportem para a China, diz França

21 franquias baratas para empreender em casal de qualquer lugar do mundo a partir de R$ 9,5 mil

Mais na Exame